Characteristics and performance of knowledge networks in the biotechnology sector



Artigo principal Conteúdo

Diego de Queiroz Machado
Ana Silvia Rocha Ipiranga

Resumo

Esta pesquisa teve como objetivo analisar as propriedades e tipologias de uma rede do setor da biotecnologia em relação aos seus relacionamentos, atributos e desempenho em pesquisa e produção de inovações. Para este fim, escolheu-se, como campo empírico, a Rede Nordeste de Biotecnologia, usando-se, para tanto, relatórios de patentes produzidas pela rede como fonte de dados. A fim de acompanhar as redes de relacionamento entre os membros, grupos, instituições e projetos, ferramentas de análise de redes sociais foram utilizadas, dessa maneira, tornando possível a construção de matrizes de relacionamento entre laboratório e empresas e, por último, entre pesquisadores. No total, foram identificados 117 pesquisadores, distribuídos em 18 centros de pesquisa e 47 laboratórios ou empresas. Seus projetos estão distribuídos em três áreas principais: agricultura, indústria e saúde, sendo a última a mais forte das três áreas, com mais patentes produzidas e mais instituições envolvidas em pesquisas. A fraca densidade apresentada pela rede em foco, em todos os níveis de análise, reforça a necessidade de estratégias de integração e indica a possibilidade de novas relações entre os agentes que ainda estão isolados. No entanto, isso não diminui a sua importância para o desenvolvimento econômico na região em que atua.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Machado, D. de Q., & Ipiranga, A. S. R. (1). Characteristics and performance of knowledge networks in the biotechnology sector. Revista De Administração Contemporânea, 17(3), 350-367. https://doi.org/10.1590/S1415-65552013000300006
Seção
Artigos