Revista de Administração Contemporânea https://rac.anpad.org.br/index.php/rac <p><a href="/index.php/rac/issue/archive"><img src="/public/site/images/admrac/homepageImage_pt_BR.jpg" width="265" height="373" align="left" hspace="15" vspace="15"></a>A Revista de Administração Contemporânea (RAC) foi estabelecida em 1997 e é publicada bimestralmente na modalidade de publicação contínua pela ANPAD (Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração), com acesso aberto ao texto completo de seu conteúdo, revisado por pares, e disponibilizado online gratuitamente. Registrada sob o <span lang="EN-US">ISSN 1982-7849 (online) e ISSN 1415-6555 (versão impressa de 1997 a 2010).</span></p> <p>A RAC publica artigos de desenvolvimento teórico e trabalhos teórico-empíricos na área da Administração e das Ciências Contábeis, alinhado com práticas de Ciência Aberta: dados, materiais e códigos abertos, além da disseminação de informações adicionais relativas ao processo editorial.&nbsp;Esta revista é membro e subscreve os princípios do <a href="https://publicationethics.org/">COPE</a> - Comitê de Ética em Publicações.&nbsp;A RAC é o principal periódico acadêmico em seu campo, com contribuições de alta qualidade, revisadas por pares. Portanto, dedicamos especial atenção ao papel da RAC: ser uma fonte confiável de dados, de informação, e conhecimento.&nbsp;Além disso, a RAC, mediante seu escopo editorial, prioriza trabalhos que explorem temas relevantes para a sociedade. E, para tanto, utiliza os temas destacados nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.</p> <p>A RAC é uma revista pluralista e heterodoxa na área de pesquisa em gestão de negócios, preocupada principalmente com questões relativas a vínculos entre estratégia e gestão competitiva, além de fornecer resultados de pesquisas em sistemas e padrões, ferramentas de gerenciamento corporativo, organizações e gerenciamento, setores específicos da indústria, e respostas a questões contemporâneas, como desenvolvimento, resiliência das comunidades, desigualdade, consumo, tecnologia, e mudanças climáticas.&nbsp;</p> <p><strong>A partir de uma perspectiva regional e espírito interdisciplinar, a RAC está posicionada na vanguarda da inovação teórica e metodológica</strong>, dando boas-vindas a contribuições substantivas e empíricas, que investigam e problematizam questões significativas de preocupação econômica, social e política, especialmente onde essas novas abordagens avançam. Priorizamos o trabalho empiricamente engajado, e que promove abordagens epistemológicas críticas, que ampliem os limites conceituais, e coloquem a teoria para atuar de maneiras inovadoras, e que naveguem conscientemente pelas políticas de produção de conhecimento, dentro e fora da academia. Os horizontes de administração contemporânea são amplos, mas os temas de preocupação recorrente para a Revista de Administração Contemporânea são aqueles de elevado impacto na sociedade, distribuídos em tópicos sobre:&nbsp;</p> <p>&nbsp;</p> <p>. Gestão ambiental</p> <p>. Produção, distribuição e consumo de recursos;</p> <p>. Política urbana;</p> <p>. Tecnologia, informação e conhecimento;</p> <p>. Mercados financeiros, de capitais, e Finanças corporativas</p> <p>. Cadeia de suprimentos</p> <p>. Empreendedorismo</p> <p>. Mercados de trabalho&nbsp;</p> <p>. Comportamento organizacional e individual</p> <p>A RAC busca promover a comunicação entre organizações governamentais, empresariais e industriais, acadêmicas e não governamentais, que são fundamentais na identificação e na solução de problemas relacionados à gestão de negócios, com ênfase regional. Esta revista também busca avançar a pesquisa interdisciplinar de relevância política em questões contemporâneas, como tecnologias aplicadas, mudança climática, biodiversidade, poluição e resíduos ambientais, recursos naturais renováveis e não renováveis, sustentabilidade e as interações entre essas questões.</p> <p>Para esses fins, entendemos que administração contemporânea valoriza uma gama diversificada de teorias, métodos e abordagens, especialmente onde se envolvem com tradições de pesquisa, debates em evolução e novas direções nos estudos urbanos e regionais. A RAC facilita e incentiva esforços de pesquisa de alta qualidade, dirigidos a investigar questões importantes na administração contemporânea. A revista publica contribuições significativas, teóricas ou empíricas, positivas ou normativas. A demanda principal da RAC é por documentos originais, os quais possam ser de interesse do público da RAC, tais como formuladores de políticas, acadêmicos e profissionais.</p> <p>Tendo em vista que a RAC aceita submissões oriundas de esforços de pesquisa suportado por diferentes abordagens, espera-se que artigos empíricos que estudem mecanismos causais proponham uma estratégia de identificação convincente. Os artigos submetidos devem abordar questões contemporâneas de importância regional, ter como objetivo informar debates e elaboração de políticas, e ser de relevância internacional. Portanto, os manuscritos com foco em questões regionais são bem-vindos se sugerirem estratégias de pesquisa ou oferecerem lições valiosas de maneira mais geral. Manuscritos que revelam a necessidade de mais pesquisas científicas também são bem-vindos. Todas as contribuições serão revisadas independentemente. Propostas para edições especiais comuns e editadas por convidados são incentivadas e bem-vindas.&nbsp; A RAC publica, além de Artigos Teórico-empíricos inéditos, Artigos-Tutoriais, Artigos Tecnológicos e Casos para Ensino.</p> <p><strong>Nota aos leitores</strong>: Todos os conjuntos de dados e materiais publicados pela RAC estarão disponíveis na nossa página no <strong><a href="https://dataverse.harvard.edu/dataverse/rac/">Harvard Dataverse</a></strong>.</p> Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Administração pt-BR Revista de Administração Contemporânea 1415-6555 <p>Esta revista continua sendo detentora dos direitos autorais dos artigos publicados. Para serem publicados, os autores devem assinar a Carta de Transferência de Direitos Autorais, que é enviada aos autores por e-mail, concedendo direitos, inclusive na tradução, à RAC. A revista concede a terceiros o direito de usar, reproduzir e compartilhar o artigo de acordo com o contrato de licença da <a href="https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/">Creative Commons (CC-BY 4.0</a>), conforme declarado nas versões em formato PDF do artigo.</p> Aprendizados Sobre o Impacto do COVID-19 nas Organizações https://rac.anpad.org.br/index.php/rac/article/view/1462 <p>2020 ficará marcado na História como um ano de crise. Um ano difícil, de muita perda, muita incapacidade e muita tristeza. Nosso special issue sobre o COVID-19 é uma tentativa de extrair algo deste tempo devastador. De refletir sobre os desafios que vivemos e o que aprendemos com eles. Numa palestra proferida em 2020, Jared Diamond, autor de Guns, germs and steel, declarou que o coronavírus não era o maior desafio da humanidade. Os grandes desafios do planeta para ele são a dificuldade de lidar com a diversidade e a inclusão, o uso insustentável dos recursos do planeta e a crescente desigualdade que marginaliza grande parte da população mundial. Na visão do autor, o COVID-19 poderia talvez nos ajudar a lidar com esses problemas, dependendo de como reagíssemos. Isto porque a crise gerada por esta pandemia deixou claro para todos que fronteiras são cada vez mais fluidas, que habitamos um único ecossistema e que tudo o que fazemos tem impacto em nós mesmos, mas também nos outros. Partilhamos dessa visão. E percebemos que, diante de uma necessidade de transformação tão profunda, o papel da educação é absolutamente fundamental. Uma educação renovada, que emerge da crise sem querer dar todas as respostas certas, pois já sabemos que elas não existem, mas nos ajudando a fazer as perguntas e a refletir sobre o que de fato importa.</p> Leonardo Marques Paula Castro Pires de Souza Chimenti Wesley Mendes-da-Silva Copyright (c) http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-02-12 2021-02-12 25 Spe e210064 e210064 10.1590/1982-7849rac2021210064.en “Nenhum a Menos”! A Adaptação ao Home Office em Tempos de COVID-19 https://rac.anpad.org.br/index.php/rac/article/view/1463 <p>Este caso descreveu o processo de mudança de regime de trabalho presencial da Chianca Softwares para o home office durante os decretos governamentais causados pela pandemia do novo coronavírus. A Chianca Softwares, empresa familiar, que atuava como player no mercado de tecnologia no estado da Paraíba desde 2003, passou por processo de mudança em seu modelo de governança em 2012 e, devido às melhorias dos seus processos, foi contemplada com o Prêmio Média e Pequenas Empresas (MPE) do Sebrae PB em 2016. Diante de sua característica de adaptabilidade, enfrentou a crise do coronavírus de forma distinta, superou dificuldades e precisou se reinventar para sobreviver ao ‘novo normal’. Nesse contexto, o caso tem por objetivo conduzir os alunos a refletir sobre o processo de implementação de home office na Chianca, identificando quais os benefícios e desafios desse regime de teletrabalho e pensando sobre formas de mitigar esses desafios e de criar ferramentas e práticas para mobilizar, integrar e engajar as pessoas no trabalho remoto. Assim, após reestruturação de todo seu time para o novo modelo de trabalho em home office, os alunos poderão ser levados a refletir sobre o dilema que os gestores da Chianca enfrentaram devido à liberação de suas atividades presenciais: permanecer em home office ou retornar às configurações originais.</p> Thaís Lopes de Lucena Alves Amanda Florense Alves Amorim Maria Clara Cunha Bezerra Copyright (c) http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-02-16 2021-02-16 25 Spe e200234 e200234 10.1590/1982-7849rac2021200234.en Tem no Magalu: Estratégias Sociais, Políticas e de Mercado Durante a COVID-19 https://rac.anpad.org.br/index.php/rac/article/view/1464 <p>Este caso para ensino apresenta o posicionamento estratégico do grupo Magazine Luiza (Magalu), representado pelo diretor de relações institucionais José Ribeiro e Luiza Helena Trajano, presidente do Conselho de Administração, antes e durante a COVID-19. O objetivo é promover uma reflexão sobre as estratégias empresariais adotadas em tempos de crise. Desde o início da COVID-19 no Brasil, Luiza e o Magalu engajaram-se nas discussões e praticaram uma série de ações estratégicas em benefício dos funcionários do grupo, das pequenas e médias empresas e dos mais afetados pela pandemia. Passados alguns meses dos primeiros casos, a instabilidade ainda era percebida, o número de infectados e mortes subia e pouco se sabia sobre quando o cotidiano retornaria ao ‘normal’. Muitos questionamentos persistiam sobre os próximos passos do Magalu. Assim, era necessário discutir sobre como o grupo deveria se posicionar para assegurar seu desempenho e sua reputação. A proposta é que os alunos se coloquem no lugar de José Ribeiro, diretor de relações institucionais, e do comitê de assuntos urgentes do Magalu, a fim de propiciar um debate acerca das estratégias de mercado e de não mercado que poderiam ser implementadas.</p> Ana Paula Pereira dos Passos Eleandra Maria Prigol Meneghini Marina Amado Bahia Gama Jeferson Lana Copyright (c) http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-02-16 2021-02-16 25 Spe e200233 e200233 10.1590/1982-7849rac2021200233.en Prazer de Viajar Interrompido: Desafios de um Blog de Viagem Durante a COVID-19 https://rac.anpad.org.br/index.php/rac/article/view/1456 <p>O caso descreve como Mary Teles, empreendedora digital e criadora do blog de viagem Vida Mochileira, enfrentou a crise causada pelo COVID-19 em 2020 e como as medidas preventivas de fechamento de fronteiras e restrição de locomoção e viagens durante a pandemia representaram um desafio para a continuidade de um negócio que produz conteúdos para viajantes. Este caso real foi desenvolvido com fontes primárias e secundárias e é recomendado para disciplinas de Marketing, Marketing de Serviços e Marketing Digital em cursos de graduação ou pós-graduação em Administração e Hotelaria e Turismo, e possibilita a discussão do conceito teórico de posicionamento no contexto das mídias sociais, no setor de turismo.</p> Valéria Moreira de Pinho Júlia Monteiro Juliana Binhote Copyright (c) http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-02-11 2021-02-11 25 Spe e200243 e200243 10.1590/1982-7849rac2021200243.en Rafael e o Caso da Sorela Veículos: A Pandemia como Potencializador de Job Crafting https://rac.anpad.org.br/index.php/rac/article/view/1457 <p>O presente caso de ensino conta a história de como o gerente de uma agência de carros encontra na prática de job crafting o caminho para enfrentar os desafios impostos por uma grave crise socioeconômica, como a provocada pela COVID-19. Com a pandemia, o gerente ganha autonomia na sua atuação profissional, a qual o permite implementar mudanças de natureza estrutural – nas atividades e processos da empresa, social – nos relacionamentos, e cognitiva – em relação à percepção sobre o trabalho. O caso traz as características da geração Y como antecedente do job crafting, além de abordar os desdobramentos decorrentes de tais práticas. No nível individual, o caso permite explorar os elementos do engajamento profissional e sua conexão com o atendimento das necessidades individuais, bem como a melhoria no desempenho profissional. No nível organizacional, o caso discute a abordagem bottom-up como alternativa para o desenho da função, apresentando os impactos de tal abordagem no desempenho organizacional. Assim, o caso foi originalmente pensado para disciplinas de Comportamento Organizacional ou Gestão de Pessoas em cursos de pós-graduação em Administração e Psicologia.</p> Alice Erthal Isabella Sacramento Copyright (c) http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-02-11 2021-02-11 25 Spe e200252 e200252 10.1590/1982-7849rac2021200252.en Fique em Casa, a Casa Porto Entrega: Empreendedorismo Humanizado na Pandemia https://rac.anpad.org.br/index.php/rac/article/view/1469 <p>O caso de ensino descreve a trajetória do empreendedor Raphael Vidal. As informações apresentadas possibilitam vincular a história e as crenças do sujeito-empreendedor Raphael às decisões referentes ao empreendimento Casa Porto no contexto da pandemia do COVID-19. Aspectos de sua postura empreendedora como base para a forma como vem conduzindo a Casa Porto são evidenciadas, assim como são resgatados elementos relacionados à decisão de abrir, conduzir e manter um negócio diante de situações de crise. Adicionalmente, são abordadas nuances relativas a outras esferas envolvidas no entendimento do empreendedor como um ser social.</p> Valéria Quiroga Vinhas Ana Luiza Szuchmacher Verissimo Lopes Copyright (c) http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-02-19 2021-02-19 25 Spe e200253 e200253 10.1590/1982-7849rac2021200253.en Facile/LigFerv: Água Quente em Três Segundos, Trinta Anos de Processo Empreendedor https://rac.anpad.org.br/index.php/rac/article/view/1471 <p>Este caso de ensino objetiva discutir um processo empreendedor envolvendo a trajetória de um produto inovador ao longo de trinta anos até culminar em um significativo evento de mudança do modelo de negócio da empresa em meio à crise desencadeada pela pandemia do novo coronavírus. O caso oferece oportunidades para a discussão de teorias relacionadas ao processo empreendedor – lógicas causation e effectuation. Além disso, no curso da trajetória recente, em que a empresa é selecionada para um programa de aceleração, emerge uma possível mudança do modelo de negócio. Relatado a partir da ótica do fundador, mas também apoiado em materiais de fontes secundárias, o caso apresenta a trajetória da empresa Facile. A estratégia de ensino consiste em possibilitar ao aluno aprender, em primeiro lugar, sobre a tomada de decisão e ação do empreendedor emulando ao longo do caso transições entre as lógicas causation e effectuation para explicar tal comportamento. Posteriormente, o caso indaga sobre possíveis alternativas de mudança do modelo de negócio para a empresa após o programa de aceleração, quando os alunos poderão identificar alternativas mais adequadas, em face tanto das competências da empresa quanto, não menos importante, da pandemia que alterou o comportamento dos clientes e dos empreendedores.</p> João Paulo Moreira Silva Liliane de Oliveira Guimarães José Márcio de Castro Copyright (c) http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-02-23 2021-02-23 25 Spe e200221 e200221 10.1590/1982-7849rac2021200221.en Repensando Estratégias de Offshoring e Marketing Internacional Durante a Pandemia do COVID-19 https://rac.anpad.org.br/index.php/rac/article/view/1458 <p>Este caso de ensino tem como foco o processo de expansão nacional e internacional da IGT Motors, empresa brasileira que atua há vinte anos no mercado, e que produz a maior parte de seus produtos na China desde 2010. Pouco tempo após a empresa iniciar a busca por novos mercados no exterior e adaptar todos os seus processos internos e a comunicação para atender às preferências e regulamentações de outros países, a eclosão da pandemia do COVID-19 a levou a repensar suas estratégias de produção e marketing, que foram especificamente afetadas por envolverem a China, país de origem do vírus. O caso trata de como empresas de pequeno porte em meio a uma expansão global podem lidar com cenários inesperados e crises emergentes, ensejando os alunos a refletir sobre as iniciativas que poderiam ser tomadas para superar questões de animosidade do consumidor e tornar a empresa menos suscetível a situações similares no futuro.</p> Luíza Fonseca Angela da Rocha Copyright (c) http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-02-11 2021-02-11 25 Spe e200216 e200216 10.1590/1982-7849rac2021200216.en O Mar Não Está para Peixe: Análise de Custos Incrementais na Pandemia https://rac.anpad.org.br/index.php/rac/article/view/1470 <p>Este caso de ensino tem o objetivo de discutir como as análises incrementais de custos podem ser utilizadas como subsídio para a tomada de decisão. O caso retrata uma empresa pesqueira que sofreu uma ruptura na demanda do mercado internacional em decorrência da pandemia da COVID-19. Os gestores, que já agiam para mitigar problemas financeiros anteriores, agora precisavam decidir como escoar a produção de peixes em um cenário de pandemia. A partir desse contexto, o caso incentiva o desenvolvimento da competência analítica dos(as) estudantes ao estimulá-los(as) a refletir sobre o impacto de uma ruptura na demanda, a identificação de custos relevantes para a tomada de decisão a partir de uma demonstração de resultado simplificada e a tomada de decisão gerencial baseada em análises incrementais de custos. Este caso, baseado em entrevistas e dados contábeis aproximados, foi projetado para as disciplinas que envolvam custos em cursos de graduação e pós-graduação (lato sensu e stricto sensu) nas áreas de Administração e Ciências Contábeis.</p> Joyce Mariella Medeiros Cavalcanti Ewerton Alex Avelar Fernando Roberto Cavalcante Bandeira do Amaral Kenyth Alves de Freitas Copyright (c) http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-02-19 2021-02-19 25 Spe e200227 e200227 10.1590/1982-7849rac2021200227.en Chocolates e “Legrias”: Dilema da Escolha do Canal de Venda https://rac.anpad.org.br/index.php/rac/article/view/1465 <p>Este caso de ensino tem como objetivo entender os desafios entre a abertura de canais de distribuição e novos produtos. O relato envolve uma fábrica de chocolate brasileira e apresenta a estruturação, os processos de produção, o conceito da marca, a formação dos preços de venda e a escolha dos canais de distribuição em tempos de COVID-19. A empresa enfrentava desafios no mercado por apresentar produtos com baixa aderência aos canais de distribuição, custos e preços elevados e um posicionamento de marca inadequado, resultando em baixas vendas. Após se reposicionar com um novo conceito de marca e preço, o caso levanta o dilema: Qual é o melhor canal de distribuição durante o período da crise causada pela COVID-19 para a empresa recém-reestruturada? Os objetivos pedagógicos se concentram em analisar as alternativas na escolha dos canais de distribuição, considerando os desafios de implementação, os elevados custos transacionais para produtos em estágio inicial e o cenário de incertezas resultante da pandemia, bem como a aplicação de conceitos de canais de venda e distribuição. O caso pode ser aplicado em cursos de graduação e de pós-graduação lato sensu da área de gestão e é recomendado para incentivar os alunos a refletir sobre a estrutura e os desafios da implementação dos canais de distribuição para pequenos empreendedores.</p> Andre Luiz Barbosa da Silva Ricardo Limongi Alessandra Cristina Gomes Daiana Pimenta Copyright (c) http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-02-16 2021-02-16 25 Spe e200235 e200235 10.1590/1982-7849rac2021200235.en Pandemia, Samba e as Lives de Diogo Nogueira: Desafios de Gestão de Plataformas https://rac.anpad.org.br/index.php/rac/article/view/1467 <p>O presente caso explora uma situação que atingiu a quase totalidade de artistas – músicos em particular – após a ocorrência da pandemia de COVID-19: a necessidade de realizar shows em um contexto em que aglomerações são proibidas. Com base na realidade do famoso sambista Diogo Nogueira, apresenta-se uma situação em que a decisão por realizar apresentações por meio de lives é avaliada. A partir do cenário vislumbrado, são expostas possíveis opções para que Diogo, por meio das lives, mantenha-se em evidência perante um público ainda ávido por entretenimento. O caso possibilita a discussão sobre estratégia, gestão de plataformas e inovação. Recomenda-se a utilização do caso em disciplinas de estratégia para cursos de pós-graduação.</p> Marco Aurelio de Souza Rodrigues Daniel Kamlot Anita Vasconcelos de Carvalho Copyright (c) http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-02-16 2021-02-16 25 Spe e200225 e200225 10.1590/1982-7849rac2021200225.en Da Conexa ao Docpass: O Ambiente Competitivo das Plataformas de Telemedicina https://rac.anpad.org.br/index.php/rac/article/view/1459 <p>O caso narra a trajetória de uma plataforma de telemedicina no Brasil. A Conexa, uma empresa que já operava com modelo B2B com telemedicina, aproveitou a mudança de regulamentação durante a pandemia do coronavírus (COVID-19) e lançou a Docpass, uma plataforma B2C. A pandemia não trouxe somente a mudança na legislação, como também propiciou um contexto que reduziu as barreiras culturais para a adoção de tal serviço tanto para médicos quanto para pacientes. O caso é recomendado para disciplinas de Estratégia e Inovação, mais especificamente em sessões dedicadas aos modelos de negócios baseados em plataformas, quando forem trabalhados os seguintes objetivos de aprendizagem: (a) diagnóstico sobre desdobramentos do COVID-19 em um negócio de telemedicina comparando-se o antes, o durante e o depois; (b) compreensão dos efeitos de rede presentes nas plataformas e seus reflexos em termos de valor; (c) compreensão da dinâmica competitiva em um ecossistema de plataforma.</p> Catia Silva da Costa Moreira Flavia D’Albergaria Freitas Carolina Brandão Cláudia Affonso Silva Araujo Copyright (c) http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-02-11 2021-02-11 25 Spe e200238 e200238 10.1590/1982-7849rac2021200238.en Moeda Seeds: Comércio Eletrônico e Soluções Cripto para o Desenvolvimento https://rac.anpad.org.br/index.php/rac/article/view/1460 <p>A tecnologia blockchain tem sido explorada como ferramenta para gerar impacto social. Um exemplo disso é a Moeda Seeds, um ecossistema brasileiro que apoia a inclusão financeira e a igualdade de gênero, dois objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, facilitando o acesso a microfinanças para empreendedoras com projetos de impacto social. Tradicionalmente enfrentando dificuldades para acessar crédito nos bancos tradicionais, os projetos Seeds selecionados recebem também apoio em gestão, de modo a otimizar a eficiência da cadeia e ajudá-los a promover práticas sustentáveis de longo prazo. Todo ecossistema é habilitado por uma plataforma de pagamento e empréstimo baseada em blockchain e tokens digitais proprietários da Moeda, nos quais pessoas em todo o mundo podem investir de forma rápida e transparente enquanto participam de um crescimento sustentável. Este caso de ensino traz a crise de COVID-19 como panorama de fundo e a fundadora Taynaah Reis no centro de um processo estratégico urgente de tomada de decisão. Abrange as dificuldades, variáveis e alternativas apresentadas para estruturar um plano de contingência em um período de alta incerteza. É estendido pelas notas de ensino, abrangendo: criptomoedas sociais, blockchain, plataforma digital, vendas on-line, externalidades de rede e ecossistema de comércio eletrônico.</p> Letícia Cristina Kanegae Adrian Kemmer Cernev Eduardo Diniz Copyright (c) http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-02-11 2021-02-11 25 Spe e200224 e200224 10.1590/1982-7849rac2021200224.en HCFMUSP: Resiliência como Resposta à Pandemia de COVID-19 https://rac.anpad.org.br/index.php/rac/article/view/1472 <p>O caso de ensino descreve um conjunto de ações emergenciais empreendidas pela gestão do HCFMUSP para responder às necessidades provocadas pela pandemia do COVID-19 no Brasil. O objetivo deste caso considera temas relacionados ao impacto da pandemia na área de operações em saúde, com ênfase em: (a) adaptação da governança como resposta a uma crise (gestão de crises); (b) readequação da capacidade produtiva de uma operação tradicionalmente considerada pouco resiliente; (c) aprendizado de como tratar uma nova doença (gestão do conhecimento). Sendo assim, permitirá reunir elementos para a gestão de crises futuras.</p> Marcelo Caldeira Pedroso João Teixeira Pires Ana Maria Malik Antonio José Rodrigues Pereira Copyright (c) http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-02-23 2021-02-23 25 Spe e200245 e200245 10.1590/1982-7849rac2021200245.en Pandemia se Combate em Rede! Desafios da COVID-19 no Nordeste do Brasil https://rac.anpad.org.br/index.php/rac/article/view/1461 <p>Com a ocorrência da pandemia da COVID-19 em 2020, tornou-se imperiosa a adoção de medidas emergenciais no sentido de evitar uma crise do sistema de saúde no nordeste do Brasil. Nesse contexto, Miguel Bastos, gerente do Sistema Indústria, entidade de classe do setor industrial nordestino, dedicou todos os seus esforços para coordenar uma rede emergente de instituições envolvidas em processos de pesquisa, desenvolvimento, inovação, fabricação e manutenção de produtos demandados pelo sistema de saúde. Dessa forma, este caso de ensino tem como objetivo permitir que os alunos entendam o contexto de uma rede de cooperação criada para suprir as necessidades do setor de saúde no combate à pandemia de COVID-19. Face às dificuldades inerentes a um processo de liderança envolvendo sete instituições diferentes, como o protagonista deve organizar essa rede para atender às demandas previstas? O caso tem como públicos-alvo os alunos de Graduação em Administração, bem como de cursos de pós-graduação lato sensu, em disciplinas como Estratégia Empresarial, Redes de Cooperação, Parcerias Público-Privadas, dentre outras que abordem os temas propostos no presente caso. Ressalta-se que os dados foram coletados a partir de observação participante, dados secundários e entrevistas. Os personagens são reais, mas os nomes são fictícios.</p> Raphael Jesus Campos de Andrade José Milton de Sousa-Filho Fátima Evaneide Barbosa de Almeida Samuel Façanha Câmara Copyright (c) http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-02-11 2021-02-11 25 Spe e200256 e200256 10.1590/1982-7849rac2021200256.en Nosso Calendário Parou! A Mudança Organizacional na UFPB devido à COVID-19 https://rac.anpad.org.br/index.php/rac/article/view/1473 <p>Este caso para ensino tem o objetivo de analisar o contexto da Universidade Federal da Paraíba, que vivencia os impactos do isolamento social devido à COVID-19, sobretudo na realização das aulas de graduação, considerando que as atividades presenciais foram suspensas. O caso apresenta os fatos relacionados à possibilidade de implementação de um calendário suplementar, com base no conceito de ensino remoto emergencial. Diante desse cenário, era necessário dos gestores da Pró-Reitoria de Graduação um planejamento cuidadoso para gerenciar as incertezas e as resistências às mudanças que tal proposta representaria, principalmente porque não havia modelos para se basearem, uma vez que praticamente todas as IESs públicas estavam com as aulas de graduação suspensas. O caso levanta um dilema principal: Diante dos desafios para implementar um calendário suplementar remoto, é melhor seguir ou recuar? Os objetivos pedagógicos deste caso para ensino envolvem: analisar o impacto da COVID-19 no comportamento organizacional; discutir os aspectos relativos à implementação de mudanças organizacionais; identificar o uso de dados para a tomada de decisão e suporte para a mudança organizacional; e tomar decisões frente a dilemas gerenciais. Sua análise pode ser feita por alunos da graduação, dos cursos de Administração e Gestão Pública.</p> Diana Lucia Teixeira-de-Carvalho Jose Jorge Lima Dias Junior Ana Carolina Kruta-Bispo Copyright (c) http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-02-25 2021-02-25 25 Spe e200249 e200249 10.1590/1982-7849rac2021200249.en Desafios da Pandemia para o Futuro da Educação: O Caso Coppead https://rac.anpad.org.br/index.php/rac/article/view/1468 <p>Este caso de ensino descreve o processo de adaptação para a virtualização do ensino no Coppead, uma das principais escolas de pós-graduação em administração no Brasil. A mudança ocorre impulsionada pelo isolamento social adotado no país por conta da pandemia de COVID-19. O caso relata as decisões que o colegiado de professores, liderado pela diretora Elaine Tavares, precisou tomar para contornar a quarentena e garantir a continuidade das aulas no Mestrado, Doutorado e MBA Executivo. Os desafios dessa transição são discutidos, porém mais importante que isso são as oportunidades estratégicas que essa experiência abre para a inovação da escola nos anos futuros.</p> Roberta Dias Campos Elaine Tavares Paula Castro Pires de Souza Chimenti Leonardo Marques Copyright (c) http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/ 2021-02-16 2021-02-16 25 Spe e210062 e210062 10.1590/1982-7849rac2021210062.en