A Revista de Administração Contemporânea (RAC) foi criada em 1997 e é publicada bimestralmente na modalidade de publicação contínua pela ANPAD (Associação Nacional de Pós-graduação e Pesquisa em Administração), com acesso aberto ao texto completo de seu conteúdo, revisado por pares, e disponibilizado online gratuitamente. Registrada sob o ISSN 1982-7849 (online) e ISSN 1415-6555 (versão impressa de 1997 a 2010).

A RAC aceita submissões oriundas de esforços de pesquisa suportado por diferentes abordagens, os textos submetidos devem abordar questões contemporâneas de importância regional sem perder de vista as articulações com o contexto global. Assim, o objetivo é fomentar debates, elaboração de políticas públicas e novas formas de gestão alinhadas aos desafios sociais contemporâneos. Propostas para edições especiais por convidados são incentivadas e bem-vindas. A RAC publica sete tipos de manuscrito: Artigos Teórico-empíricos; Ensaios Teóricos; Artigos Metodológicos; Pensata Provocativa; Cartas Executivas; Artigos Tecnológicos; e Casos para Ensino.

A RAC está alinhada com práticas de Ciência Aberta: dados, materiais e códigos abertos, além da disseminação de informações adicionais relativas ao processo editorial. A revista é membro e subscreve os princípios do COPE - Comitê de Ética em Publicações. A RAC busca ser o principal periódico acadêmico em administração nos debates que envolvem as organizações e a sociedade em temas contemporâneos, com contribuições de alta qualidade, revisadas por pares. Assim, a RAC trabalha sempre para ser uma fonte confiável de dados, de informação, e conhecimento. Além disso, a RAC, mediante seu escopo editorial, prioriza trabalhos que explorem temas relevantes para a sociedade. E, para tanto, utiliza os temas destacados nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU.

Ao se posicionar na vanguarda da inovação teórica e metodológica, a RAC assume uma perspectiva interdisciplinar visando articulações entre o regional e o global. São bem-vindas contribuições científicas que investigam e problematizam questões significativas de preocupação econômica, social e política, especialmente onde essas perspectivas demandam atenção sobre questões éticas, de diversidade, de responsabilidade, de governança e de sustentabilidade. Priorizamos trabalhos que promovam abordagens epistemológicas críticas, que ampliem os limites conceituais, e articulem teoria e prática de maneira simbiótica (e não binária) e de maneira inovadora na produção de conhecimento responsável, dentro e fora da academia. Os horizontes de administração contemporânea são amplos e envolvem todas as áreas da administração e suas respectivas relações interdisciplinares, mas os temas de preocupação especial para a RAC a partir de uma perspectiva ética e sustentável incluem, entre outras possibilidades: 

  • Gestão responsável;
  • Gestão humana e social nas organizações;
  • Estratégias organizacionais;
  • Comportamento organizacional e individual;
  • Marketing e consumo;
  • Novas tecnologias e sistemas de informação e comunicação;
  • Administração e educação;
  • Ensino e pesquisa em administração;
  • Sustentabilidade;
  • Mercado e sociedade;
  • Finanças, governança e compliance;
  • Administração pública;
  • Gestão de cidades;
  • Empreendedorismo;
  • Teorias organizacionais e de gestão;
  • Mercado e relações de trabalho.

A RAC busca promover a comunicação entre organizações governamentais, empresariais e industriais, acadêmicas e não governamentais, que são fundamentais na solução de problemas relacionados à problemas societais quem envolvem a gestão, com ênfase regional com articulação global. Também busca avançar a pesquisa interdisciplinar de relevância social em questões contemporâneas, como tecnologias aplicadas, mudança climática, biodiversidade, poluição e resíduos ambientais, recursos naturais renováveis e não renováveis, diversidade, desigualdade, pobreza, mercado de trabalho e sustentabilidade.

Para esses fins, entendemos que administração contemporânea valoriza uma gama diversificada de teorias, métodos e abordagens, especialmente onde se envolvem com tradições de pesquisa, debates em evolução e novas direções nos estudos de gestão em contextos urbanos.

 

Periodicidade: bimestral (publicação contínua)

Nota aos leitores: Todos os conjuntos de dados e materiais publicados pela RAC estarão disponíveis na nossa página no Harvard Dataverse.