O processo editorial da RAC é altamente estruturado, com procedimentos sistemáticos destinados a auxiliar o editor-chefe, editores associados, revisores e autores no processo editorial. Além do Conselho Editorial, a revista também possui uma equipe experiente de escritório, apoiando todos os processos, a fim de garantir a qualidade da publicação, pontualidade e aderência a outros requisitos dos serviços de indexação e comitês de ética, como Web of Science, Scopus, SciELO e Diretrizes da COPE. A equipe do escritório verifica os envios quanto à originalidade, padrões de formatação e normas da APA, comunica-se com autores, revisores e editores em rotinas comuns e cria estatísticas das várias plataformas de indexação em que a revista está presente. A revista usa a plataforma ScholarOne da Clarivate para gerenciar o processo de revisão por pares e o InDesign da Adobe para formatação e composição de artigos, além de exportar os artigos em formato XML para indexadores.

Como parte do processo editorial em constante aprimoramento, a RAC vem adotando, desde 2018, novas práticas em relação à Ciência Aberta, como o incentivo aos autores a compartilhar abertamente dados, códigos e materiais de suas pesquisas, além de incentivar os revisores a aderirem ao Open Peer Review, em que o periódico publica, na página de título de cada artigo, informações sobre os editores e revisores que contribuíram com o processo de revisão por pares de cada artigo.