Cargos de livre nomeação: reflexões com base no empreendedor público em um estado-membro do Brasil



Artigo principal Conteúdo

Josiel Lopes Valadares
Magnus Luiz Emmendoerfer

Resumo

Este artigo visa, de forma reflexiva, a identificar as evidências de modernização da administração pública que um Estado-membro do Brasil obteve com o provimento de cargos de confiança como o cargo de empreendedor público. Em termos metodológicos, segue-se uma abordagem qualitativa e a coleta de dados ocorreu por meio de dados primários e secundários. Para a realização da análise foi adotada a técnica de análise de conteúdo. Como contribuições, observa-se que o processo de pré-qualificação do empreendedor público trouxe um avanço para a administração pública no que tange à nomeação de cargos comissionados. No entanto, através da revisão da literatura e dos dados analisados, observou-se também que os cargos de livre nomeação no Brasil podem servir de moeda de troca na busca de apoio político por parte dos governos, quando não se constituem em mera apropriação clientelista de postos de trabalho, cujo acesso dá-se sem concurso público.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Valadares, J. L., & Emmendoerfer, M. L. (1). Cargos de livre nomeação: reflexões com base no empreendedor público em um estado-membro do Brasil. Revista De Administração Contemporânea, 16(5), 723-743. https://doi.org/10.1590/S1415-65552012000500006
Seção
Artigos