O Moving Average Convergence-Divergence como ferramenta para a decisão de investimentos no mercado de ações



Artigo principal Conteúdo

Rodrigo Silva Vidotto
Antônio Luiz Tonissi Migliato
Antonio Carlos Zambon

Resumo

O aumento do número de investidores na Bovespa desde o início da década de 2000 é decorrente da estabilização da inflação e da queda nas taxas de juros no período. A utilização de ferramentas que auxiliem os investidores nos processos de tomada de decisões é de suma importância em um mercado competitivo e arriscado. A análise técnica de ações é utilizada para identificar tendências nos movimentos dos preços das ações e assim indicar os momentos favoráveis para comprar ou vender ações. Dentre esses indicadores técnicos, há o Moving Average Convergence-Divergence [MACD], que utiliza o conceito de médias móveis em sua formulação e é considerada pelos analistas financeiros uma ferramenta simples de operar e interpretar. O objetivo deste artigo é avaliar a eficácia do MACD em indicar os momentos de compra e venda de ações de cinco empresas - escolhidas de forma aleatória - de um total de noventa empresas que integram o Novo Mercado da Bovespa e, analisar a rentabilidade auferida durante o ano de 2006, tendo como referencial a valorização do Ibovespa no ano de 2006. Nesse sentido, os resultados apurados mostram que a rentabilidade média acumulada das cinco ações foi de 26,7% contra uma rentabilidade média acumulada do Ibovespa de 0,90%.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Vidotto, R. S., Migliato, A. L. T., & Zambon, A. C. (1). O Moving Average Convergence-Divergence como ferramenta para a decisão de investimentos no mercado de ações. Revista De Administração Contemporânea, 13(2), 291-309. https://doi.org/10.1590/S1415-65552009000200008
Seção
Artigos