Indicadores e características da gestão de fontes externas de informação tecnológica e do desempenho inovador de empresas brasileiras



Artigo principal Conteúdo

Clandia Maffini Gomes
Isak Kruglianskas

Resumo

O estudo constitui parte de uma pesquisa maior, que procurou analisar a relação de algumas práticas de gestão de fontes externas da informação tecnológica com o desempenho inovador da empresa. No presente artigo são apresentadas as principais praticas para a gestão de fontes externas de informação tecnológica e os principais indicadores de desempenho inovador. A amostra foi composta por empresas do setor industrial que são associadas à ANPEI ou/e integrantes do cadastro do PGT/USP. A amostra contém 72 empresas (38% do universo da pesquisa). Os resultados evidenciaram que a maioria das empresas é de grande porte e de setores tecnologicamente sofisticados. As principais modalidades de acesso às informações tecnológicas são: a aquisição por compra de tecnologia, a parceria com fornecedores, a aproximação com as universidades e a contratação de consultores. As principais fontes de informação são: Departamento de P&D, Outros Departamentos, os Fornecedores, as Feiras e Exibições, as Universidades, Clientes, Network e os Institutos de Pesquisa. Os principais indicadores de desempenho inovador utilizados estão relacionados a produtos e/ou processos. Finalmente, a pesquisa sugere que o processo da gestão de fontes externas de informação para inovação tecnológica é pouco formalizado e carece de uma perspectiva estratégica.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Gomes, C. M., & Kruglianskas, I. (1). Indicadores e características da gestão de fontes externas de informação tecnológica e do desempenho inovador de empresas brasileiras. Revista De Administração Contemporânea, 13(2), 172-188. https://doi.org/10.1590/S1415-65552009000200002
Seção
Artigos