Reforma regulatória brasileira dos anos 90 à luz do modelo de Kleber Nascimento



Artigo principal Conteúdo

Alketa Peci

Resumo

O principal objetivo deste artigo é analisar a reforma regulatória da última década, à luz de outras reformas historicamente implementadas no Brasil. Para isso, inicialmente, é apresentada uma breve trajetória do processo de criação das agências reguladoras e discutido o papel regulatório do Estado. Em seguida, é analisado o marco regulatório, destacando-se as vulnerabilidades deste último e diferenciando dois movimentos principais: a política regulatória e as medidas de flexibilização da gestão pública. Visando inserir a análise da reforma regulatória numa perspectiva histórica, é revisitado um modelo clássico de análise das reformas no país, apresentado por Kleber Nascimento. Será observado até que ponto a reforma regulatória se distancia de outros esforços reformistas implementados no país. Entre as principais conclusões do artigo, destaca-se a relevância da discussão acerca do novo papel do Estado na atividade regulatória, escapando aos limites formais da reforma, traduzidos em medidas relativas ao modelo agência independente, que predomina até o momento.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Peci, A. (1). Reforma regulatória brasileira dos anos 90 à luz do modelo de Kleber Nascimento. Revista De Administração Contemporânea, 11(1), 11-30. https://doi.org/10.1590/S1415-65552007000100002
Seção
Editorial Técnico
Biografia do Autor

Alketa Peci, Fundação Getulio Vargas Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas

Doutora em Administração pela Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas da Fundação Getulio Vargas (EBAPE/FGV). Professora da EBAPE/FGV. Coordenadora do Mestrado em Administração Pública e Coordenadora do Núcleo de Estudos de Regulação da EBAPE/FGV. Suas áreas de interesse em pesquisa são teoria das organizações e formação discursiva, bases paradigmáticas para a pesquisa organizacional e regulação de serviços públicos