Incentivos para Internacionalização são Adequados? Percepção dos Pesquisadores em Administração da Informação

Eduardo H. Diniz, Henrique Pontes Gonçalves de Oliveira, José Eduardo Ricciardi Favaretto, Débora Richter Brólio

Resumo

A internacionalização está se tornando cada vez mais importante para a academia brasileira e para a área de Administração em particular. Para entendermos quais práticas institucionais influenciam a inserção internacional de nossos pesquisadores, analisamos 172 questionários com dados de pesquisadores de 17 estados em Programas de Pós-Graduação nas mais importantes instituições do país. Apesar da coleta concentrada num segmento específico da área de Administração, pesquisadores em Administração de Informação (ADI), os resultados obtidos ilustram o comportamento de toda a área, pois este segmento está sujeito aos mesmos programas de incentivo que seus colegas de outras sub-áreas. Para esses pesquisadores, doutorado no exterior, completo ou sanduíche, é o principal elemento que explica a possibilidade de publicação internacional. O resultado do estudo apresentado neste artigo também aponta que que os pesquisadores não têm acesso aos mecanismos de incentivo considerados mais relevantes para atingir um maior nível de internacionalização. A partir da análise dos dados, é possível notar que esses respondentes entendem que os modelos de incentivos existentes em suas instituições precisam de ajustes para melhor incluir o país no sistema global de inovação.

Palavras-chave

internacionalização da pesquisa; administração de empresas; apoio institucional; inserção internacional; percepção dos pesquisadores

Texto completo:

PDF DATA

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';