Novas Fontes, Novas Versões: Contribuições do Acervo da Comissão Nacional da Verdade



Artigo principal Conteúdo

Alessandra Sá Mello Costa
Marcelo Almeida de Carvalho Silva

Resumo

Na área de estudos organizacionais, o interesse dos pesquisadores em utilizar fontes e acervos históricos em suas pesquisas cresce a cada dia (Rowlinson, Hassard, & Decker, 2014; Yates, 2014). Como forma de enriquecer e aprofundar a discussão sobre esse movimento, a presente pesquisa tem por objetivo refletir sobre possíveis contribuições das fontes reunidas, sistematizadas e produzidas pela Comissão Nacional da Verdade (CNV). Instituída para investigar as graves violações dos direitos humanos cometidas no regime da ditadura civil-militar brasileira, a CNV (a partir de seu acervo) oferece aos pesquisadores das organizações novas versões dos fatos históricos, o que torna possível não só problematizar e rever versões históricas oficiais hegemônicas, mas também investigar fenômenos organizacionais sob outras perspectivas. Assim, após a descrição do processo de constituição e de composição do seu acervo documental, foram elencadas quatro avenidas de pesquisas iniciais: (a) sobre o apoio e a participação da sociedade civil na constituição e manutenção do governo civil-militar brasileiro; (b) sobre a formação de redes de agentes sociais envolvidos no processo de criação e de trabalho da CNV; (c) sobre as relações de trabalho durante o período, como a atuação dos sindicatos ou as práticas de recursos humanos sob um regime autoritário; e (d) sobre o tema da história e memória das empresas.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Costa, A. S. M., & Silva, M. A. de C. (1). Novas Fontes, Novas Versões: Contribuições do Acervo da Comissão Nacional da Verdade. Revista De Administração Contemporânea, 21(2), 163-183. https://doi.org/10.1590/1982-7849rac2017150101
Seção
Artigos