Using Voter-choice Modeling to Plan Final Campaigns in Runoff Elections

Wagner Antonio Kamakura

Resumo

Embora a eleição em dois estágios seja a forma mais comum de eleição presidencial no mundo, o comportamento do eleitor no pleito em dois estágios ainda não recebeu uma atenção condizente à que merece na literatura. Eleições em dois estágios ou turnos oferecem, aos consultores políticos e aos candidatos, dados ricos e factuais sobre a preferência do eleitor, revelada através do comportamento deste observado no primeiro turno, que pode guiar o planejamento e a implementação da campanha final. Essas eleições em dois turnos também permitem que analistas políticos apliquem seus modelos de escolha eleitoral ao comportamento real (ao invés da intenção) de voto numa eleição multipartidária, e validem suas previsões na eleição bipartidária do segundo turno. Nesse estudo, utilizo os resultados das quatro eleições presidenciais mais recentes no Brasil para demonstrar como modelos de escolha do eleitor podem ser aplicados para guiar a campanha política em eleições de dois turnos.

Palavras-chave

marketing político; eleições em dois estágios; eleições multipartidárias; modelo logit anidado; heterogeneidade latente

Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';