A pluralidade nas transações de cana-de-açúcar no Oeste Paulista



Artigo principal Conteúdo

Cristiane Feltre
Luiz Fernando de Oriani e Paulillo

Resumo

A pluralidade nas transações é estudada em várias atividades econômicas, em especial as franquias. Há estudos desenvolvidos sobre a análise da transação, porém esses estudos não alcançam o conjunto das transações que as empresas adotam para um mesmo resultado. No abastecimento de cana-de-açúcar para as usinas, a organização das transações em mais de uma estrutura de coordenação foi observada na região oeste do Estado de São Paulo. Este artigo tem como objetivo principal analisar quais as razões para a adoção de formas singulares ou plurais de coordenação dos negócios de fornecimento de cana nas usinas da referida região. Para tanto, foi realizada uma pesquisa de campo com aplicação de entrevistas com os responsáveis pelas decisões de abastecimento de cana nas usinas de açúcar e/ou álcool. Os resultados indicam que há elementos da abordagem de economia dos custos de transação que explicam a adoção de formas plurais de coordenação dos negócios e que contribuem para o entendimento do processo de adaptação das empresas nos mercados, principalmente quando se compreende que a empresa é um nexo de negociações e não apenas uma função da produção. Assim, as ações que explicam a estratégia empresarial ganham maior complexidade e trazem a novidade de outros ganhos com a adoção da pluralidade de gestão na negociação pela firma.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Feltre, C., & Paulillo, L. F. de O. e. (1). A pluralidade nas transações de cana-de-açúcar no Oeste Paulista. Revista De Administração Contemporânea, 17(6), 661-678. https://doi.org/10.1590/S1415-65552013000600003
Seção
Artigos