Fique em Casa, a Casa Porto Entrega: Empreendedorismo Humanizado na Pandemia



Artigo principal Conteúdo

Valéria Quiroga Vinhas
Ana Luiza Szuchmacher Verissimo Lopes

Resumo

O caso de ensino descreve a trajetória do empreendedor Raphael Vidal. As informações apresentadas possibilitam vincular a história e as crenças do sujeito-empreendedor Raphael às decisões referentes ao empreendimento Casa Porto no contexto da pandemia do COVID-19. Aspectos de sua postura empreendedora como base para a forma como vem conduzindo a Casa Porto são evidenciadas, assim como são resgatados elementos relacionados à decisão de abrir, conduzir e manter um negócio diante de situações de crise. Adicionalmente, são abordadas nuances relativas a outras esferas envolvidas no entendimento do empreendedor como um ser social.



Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Vinhas, V. Q., & Lopes, A. L. S. V. (2021). Fique em Casa, a Casa Porto Entrega: Empreendedorismo Humanizado na Pandemia. Revista De Administração Contemporânea, 25(Spe), e200253. https://doi.org/10.1590/1982-7849rac2021200253.en
Seção
Casos para Ensino

Referências

Danjou, I. L’ (2002). L´entrepreneuriat: Un champ fertile à la recherche de son unité. Revue Française de Gestion, 28(138), 109-125. Retrieved from https://www.econbiz.de/Record/l-entrepreneuriat-un-champ-fertile-%C3%A0-la-recherche-de-son-unit%C3%A9-danjou-isabelle/10001723646
Gaulejac, V. de. (2005). História e historicidade. In V. de Gaulejac; S. R. Marquez & E. T. Ruiz (Orgs.), História de vida: Psicoanálisis y sociología clínica (pp. 61-90). México: Edición de la Universidad Autónoma de Querétaro.
Guimarães, E. H., Jr, (2019). Como os empreendedores trabalham: Uma leitura psicodinâmica da organização do trabalho de um grupo de empreendedores. Revista de Empreendedorismo e Gestão de Pequenas Empresas, 8(1), 149-175. Retrieved from https://www.regepe.org.br/regepe/article/view/889/pdf
Legrand, M. (1993). Le récit de vie. In M. Legrand. L’approche biographique (pp. 178-241). Marseille: Hommes et Perspectives.
Paiva, F. G., Jr, Almeida, S. L., & Guerra, J. R. F. (2008). O empreendedor humanizado como uma alternativa ao empresário bem-sucedido: um novo conceito em empreendedorismo, inspirado no filme Beleza Americana. RAM. Revista de Administração Mackenzie, 9(8), 112-134. Retrieved from http://www.redalyc.org/pdf/1954/195416658007.pdf
Schön, D. A. (1995). The reflective practitioner: How professionals think in action. Aldershot, UK: Arena.
Shane, S., & Venkataraman, S. (2000). The Promise of Entrepreneurship as a Field of Research. The Academy of Management Review, 25(1), 217-226. https://doi.org/10.2307/259271
Shook, C. L., Priem, R. L., & McGee, J. E. (2003). Venture creation and the enterprising individual: A review and synthesis. Journal of management, 29(3), 379-399. https://doi.org/10.1016/S0149-2063(03)00016-3