“Nenhum a Menos”! A Adaptação ao Home Office em Tempos de COVID-19



Artigo principal Conteúdo

Thaís Lopes de Lucena Alves
Amanda Florense Alves Amorim
Maria Clara Cunha Bezerra

Resumo

Este caso descreveu o processo de mudança de regime de trabalho presencial da Chianca Softwares para o home office durante os decretos governamentais causados pela pandemia do novo coronavírus. A Chianca Softwares, empresa familiar, que atuava como player no mercado de tecnologia no estado da Paraíba desde 2003, passou por processo de mudança em seu modelo de governança em 2012 e, devido às melhorias dos seus processos, foi contemplada com o Prêmio Média e Pequenas Empresas (MPE) do Sebrae PB em 2016. Diante de sua característica de adaptabilidade, enfrentou a crise do coronavírus de forma distinta, superou dificuldades e precisou se reinventar para sobreviver ao ‘novo normal’. Nesse contexto, o caso tem por objetivo conduzir os alunos a refletir sobre o processo de implementação de home office na Chianca, identificando quais os benefícios e desafios desse regime de teletrabalho e pensando sobre formas de mitigar esses desafios e de criar ferramentas e práticas para mobilizar, integrar e engajar as pessoas no trabalho remoto. Assim, após reestruturação de todo seu time para o novo modelo de trabalho em home office, os alunos poderão ser levados a refletir sobre o dilema que os gestores da Chianca enfrentaram devido à liberação de suas atividades presenciais: permanecer em home office ou retornar às configurações originais.



Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Alves, T. L. de L., Amorim, A. F. A., & Bezerra, M. C. C. (2021). “Nenhum a Menos”! A Adaptação ao Home Office em Tempos de COVID-19. Revista De Administração Contemporânea, 25(Spe), e200234. https://doi.org/10.1590/1982-7849rac2021200234.en
Seção
Casos para Ensino

Referências

Belzunegui-Eraso, A., & Erro-Garcés, A. (2020). Teleworking in the context of the Covid-19 crisis. Sustainability, 12(9), 3662. https://doi.org/10.3390/su12093662
Benjamin, L. (2020). Achieving the dream through a screen: Exploring employee engagement and commitment in virtual environments (Master Thesis). University of Pennsylvania, USA. Retrieved from https://repository.upenn.edu/od_theses_msod/103
Brik, M. S., & Brik, A. (2013). Trabalho portátil: Produtividade, economia e qualidade de vida no home office das empresas. Curitiba, PR: Authors’ Edition.
Even, A. (2020). The evolution of work: Best practices for avoiding social and organizational isolation in telework employees. SSRN. https://doi.org/10.2139/ssrn.3543122
Filardi, F., & Castro, R. M. P. de (2017). Análise dos resultados da implantação do teletrabalho na administração pública: Estudo dos casos do SERPRO e da Receita Federal. Anais do Encontro da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração, São Paulo, SP, Brasil, 41.
Haubrich, D. B., & Froehlich, C. (2020). Benefícios e desafios do home office em empresas de tecnologia da informação. Revista Gestão & Conexões, 9(1), 167-184. https://doi.org/10.13071/regec.2317-5087.2020.9.1.27901.167-184
Hau, F., & Todescat, M. (2018). O teletrabalho na percepção dos teletrabalhadores e seus gestores: Vantagens e desvantagens em um estudo de caso. Revista de Gestão e Tecnologia, 8(3), 37-52. https://doi.org/10.22279/navus.2018.v8n3.p37-52.601