Capacidade de Inovação em Rede Interorganizacional na Amazônia Brasileira



Artigo principal Conteúdo

Diana Cruz Rodrigues
Mário Vasconcellos Sobrinho
Ana Maria de Albuquerque Vasconcellos

Resumo

O artigo analisa as capacidades de inovação em uma rede interorganizacional para o estabelecimento de negócios baseados em biotecnologia aplicada a ativos da biodiversidade na Amazônia brasileira. Trata-se de um estudo de caso de uma rede de inovação para o desenvolvimento e comercialização de uma linha de compostos antioxidantes de um fruto regional - o açaí (Euterpe oleracea) -, no estado do Pará. A rede é formada por uma universidade pública, uma pequena empresa de base tecnológica que desenvolve produtos de alto valor agregado baseado na biodiversidade e uma agroindústria de processamento e comercialização de produtos frutíferos da região amazônica. O artigo mostra que a articulação em uma rede interorganizacional é capaz de congregar capacidades necessárias ao processo de inovação que individualmente as organizações locais não teriam condições de desenvolver. No caso estudado, essa concatenação de capacidades possibilitou a exploração de uma oportunidade biotecnológica no âmbito da cadeia produtiva do açaí com a criação de uma linha de produtos competitivos. Entretanto, limitações quanto à apropriabilidade da inovação são entraves à efetiva exploração econômica da linha de produtos pelas organizações inovadoras no formato interorganizacional.



Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Rodrigues, D. C., Sobrinho, M. V., & Vasconcellos, A. M. de A. (2019). Capacidade de Inovação em Rede Interorganizacional na Amazônia Brasileira. Revista De Administração Contemporânea, 24(1), 100-118. https://doi.org/10.1590/1982-7849rac2020190037
Seção
Artigos