O Impacto das decisões estratégicas no desempenho dos franqueados em fast-food: o papel do relacionamento franqueador-franqueado

Marcos Cohen, Jorge Ferreira da Silva

Resumo

Tendo como motivação o crescente interesse e controvérsia despertados pela prática do franchising no Brasil, este trabalho descreve pesquisa realizada entre franqueados de redes de fast-food de todo o país, que mediu sua percepção das estratégias competitivas praticadas por seus franqueadores e sua satisfação com o relacionamento franqueador-franqueado, visando a identificar o papel desse relacionamento no desempenho médio desses mesmos franqueados. O principal objetivo da pesquisa foi verificar, à luz da teoria de Porter (1980) sobre estratégias competitivas, se a diferença de desempenho médio (medido de maneira qualitativa através da satisfação dos franqueados) entre grupos estratégicos de franqueados da indústria do fast-food poderia ser explicada pela diferença na qualidade do relacionamento franqueador-franqueado percebida por esses mesmos franqueados. Para tanto, procurou-se representar essa qualidade de relacionamento por meio de variáveis observáveis, características do franchising, medidas por uma escala qualitativa de satisfação dos franqueados.

Palavras-chave

estratégia; desempenho; franquia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';