Evolução do uso da Web pelos bancos



Artigo principal Conteúdo

Eduardo Diniz

Resumo

Este artigo pretende caracterizar a evolução do uso da Web pelos bancos, utilizando-se para isso do estudo de cerca de 300 Web sites de bancos em três países - Brasil, Estados Unidos e Espanha - durante um período de dois anos entre 1997 e 1999. O artigo analisa os resultados obtidos na pesquisa à luz do que está publicado em literatura sobre o tema. O modelo de análise usado neste estudo classifica os serviços bancários oferecidos nos sites dos bancos em três grupos principais: divulgação, transação e relacionamento. Cada um destes grupos está subdividido em três outros, com base no nível de interação dos usuários com o site, compondo um total de nove diferentes categorias. Observou-se que os bancos primeiro viram a Web como um canal útil para promoção de seus produtos e serviços. Num outro momento, a Web passou a ser considerada como uma alternativa para a redução dos custos das transações bancárias e também como instrumento para intensificar o relacionamento dos bancos com seus clientes, a partir da utilização de serviços cada vez mais interativos.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Diniz, E. (1). Evolução do uso da Web pelos bancos. Revista De Administração Contemporânea, 4(2), 29-50. https://doi.org/10.1590/S1415-65552000000200003
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Eduardo Diniz, Fundação Getúlio Vargas

Doutor pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas. Professor da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getúlio Vargas e do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais. Suas áreas de interesse em pesquisa são comércio eletrônico, administração de recursos de informática, sistemas de informação em serviços bancários, Web banking, governo eletrônico, uso da Web em serviços governamentais.