As orientações estratégicas da inovação em produtos populares



Artigo principal Conteúdo

Paulo Tromboni de Souza Nascimento
Abraham Sin Oih Yu
Maria Cecília Sobral

Resumo

Em mercados afluentes, a literatura de gestão do desenvolvimento de produtos recomenda agregar valor e tecnologia, diferenciar produtos e lançá-los rapidamente. E nos mercados de baixa renda individual? Essa pesquisa exploratória buscou conceituar produtos populares, dimensionar e caracterizar os seus mercados no Brasil e identificar as orientações estratégicas da inovação nestes mercados. Os resultados apontam que são outras as orientações estratégicas efetivas: identificar e atender às funcionalidades mais essenciais do público alvo; padronizar produtos baratos; aumentar a escala de produção; aumentar o conteúdo de auto-serviço; estender a vida do produto; repensar toda a estratégia de embalagens; recorrer a canais de distribuição e marketing convenientes; construir imagens de produtos adequadas ao mercado popular; alongar financiamentos com prestações baixas. A metodologia adotada recorreu à análise conceitual, para precisar a noção de produto popular, e dados secundários (a POF da FIPE para um perfil do consumo popular). O recurso à mídia impressa permitiu identificar casos interessantes de empresas e suas estratégias de inovação. E estudos de caso permitiram explorar os caminhos sugeridos pela literatura e pela mídia impressa.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Nascimento, P. T. de S., Yu, A. S. O., & Sobral, M. C. (1). As orientações estratégicas da inovação em produtos populares. Revista De Administração Contemporânea, 12(4), 907-930. https://doi.org/10.1590/S1415-65552008000400002
Seção
Artigos