Editorial



Artigo principal Conteúdo

Tomás de Aquino Guimarães

Resumo

Este número da RAC contém oito artigos, um caso de ensino, duas resenhas bibliográficas e quatro notas bibliográficas.

Na Seção Artigos, Valter Afonso Vieira e Fernando Tibola discutem, no primeiro texto, alternativas, vantagens e desvantagens da pesquisa qualitativa em marketing e oferecem interessantes insights para pesquisas nessa área. Cláudia Simone Antonello e Roberto Ruas analisam, no segundo artigo, a questão da estratégia de aprendizagem e o papel das comunidades de prática na formação gerencial em cursos de pós-graduação lato sensu, visando estabelecer conexões mais sistemáticas entre o curso e o desenvolvimento de competências. O terceiro artigo, de autoria de Amarolinda I. Costa Zanela Saccol, apresenta resultados de pesquisa sobre a consistência entre estratégias organizacionais e de tecnologia de informação, realizada em duas empresas brasileiras que utilizam o comércio eletrônico. O quarto artigo, de Fernando Dias Lopes e Mariana Baldi, analisa a relação entre laços sociais e a formação de arranjos organizacionais cooperativos, propõe uma revisão desses conceitos e apresenta um modelo e recomendações para verificação empírica. No quinto artigo, Sylvia C. Vergara e Marcelo Milano F. Vieira tratam da dimensão tempo-espaço na evolução da realidade humana e discutem em que medida essa dimensão é uma categoria útil para a compreensão da realidade das organizações. O sexto artigo, de Gustavo Silva Araújo, João Maurício de S. Moreira e Ricardo dos S. Maia Clemente examina, com o apoio de simulações de duas carteiras com ativos que compõem o Ibovespa, quatro métodos de determinação da exigência de capital para cobertura de risco de mercado de instituições financeiras, decorrente da exposição em ações e seus derivativos. No sétimo artigo, Vinícius Andrade Brei e Carlos Alberto V. Rossi testam um modelo teórico sobre a relação entre confiança, valor percebido e lealdade de usuários de Internet Banking em situações de trocas relacionais de serviço no Brasil. No oitavo e último artigo da Seção, Antonio Geraldo da R. Vidal, Ronaldo Zwicker e César Alexandre de Souza apresentam resultados de pesquisa conduzida em 326 indústrias paulistas, a respeito de recursos e investimentos envolvidos no uso de Tecnologia da Informação, visando a especificação de métricas e instrumentos que possibilitem avaliar o nível de informatização de empresas industriais.

Na Seção Casos de Ensino em Administração, Sylvia Maria Azevedo Roesch apresenta o caso da Fundação Lindolfo Saraiva, em que descreve o processo de junção de duas gerências em uma organização pública. A seção Resenhas Bibliográficas se inicia com os comentários de Claudiani Waiandt acerca do livro Pesquisa Qualitativa em Administração, de autoria de Marcelo Milano Falcão Vieira e Deborah Moraes Zouain, publicado pela Editora FGV. Em seguida, José Matias Pereira comenta o livro The Power of Productivity: Wealth, Poverty, and Threat to Global Stability, de autoria de William W. Lewis, publicado pela University of Chicago Press.

Por fim, na Seção Notas Bibliográficas são apresentados os comentários sobre os livros Economia de Serviços: Teoria e Evolução no Brasil, de Anita Kon; O Mundo dos Bens: para uma Antropologia do Consumo, de Mary Douglas e Baron Isherwood; Paradoxos Organizacionais: uma Visão Transformacional, coordenado por Flávio Carvalho de Vasconcelos e Isabella Freitas Gouveia de Vasconcelos; e A Dialética da Pós-Modernidade: a Sociedade em Transformação, de Eurípedes Falcão Vieira e Marcelo Milano Falcão Vieira.

A RAC deseja boa leitura a todos.



Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Guimarães, T. de A. (1). Editorial. Revista De Administração Contemporânea, 9(2), 7-8. https://doi.org/10.1590/S1415-65552005000200001
Seção
Editorial