Diversificação e competitividade nas cooperativas agropecuárias



Artigo principal Conteúdo

Marco Aurélio Marques Ferreira
Marcelo José Braga

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar a diversificação nas cooperativas agropecuárias e relacioná-la à melhoria da posição competitiva destas organizações. Como referencial teórico adotou-se a teoria do crescimento da firma, que fornece apoio à perspectiva da diversificação baseada no uso dos recursos. Utilizou-se o modelo econométrico Logit para determinar o impacto das variáveis associadas à decisão de diversificação. Para a coleta de dados utilizou-se a aplicação de questionários em amostra representativa de cooperativas distribuídas por diferentes regiões nos Estados de São Paulo e Minas Gerais. Os resultados indicaram que os condicionantes que se relacionam negativamente com a diversificação foram o resultado operacional por cooperado, o patrimônio total e o tipo de cooperativa. Por outro lado, aumentos na idade, no número de empregados e nas sobras operacionais influenciaram positivamente a diversificação nas cooperativas. Também se detectou correlação positiva entre a diversificação e as medidas de resultado e desempenho.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Ferreira, M. A. M., & Braga, M. J. (1). Diversificação e competitividade nas cooperativas agropecuárias. Revista De Administração Contemporânea, 8(4), 33-55. https://doi.org/10.1590/S1415-65552004000400003
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Marco Aurélio Marques Ferreira, Universidade Federal de Viçosa

Doutorando em Economia Aplicada, Mestre em Economia Aplicada e Administrador com Habilitação em Administração de Cooperativas pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Coordenador do Curso de Administração da Faculdade de Minas (FAMINAS), em Muriaé/MG. Suas áreas de interesse em pesquisa são administração de setores específicos, agronegócios e economia das organizações cooperativas.

Marcelo José Braga, Universidade da Califórnia

Pós-Doutorando em Economia Agrícola pela Universidade da Califórnia, em Davis, USA. Doutor em Economia Rural pela Universidade Federal de Viçosa . Professor Adjunto III do Departamento de Economia Rural da Universidade Federal de Viçosa e Bolsista do CNPq. Suas áreas de interesse em pesquisa são relacionadas à economia das organizações cooperativas.