Treinamento: análise do relacionamento da avaliação nos níveis de reação, aprendizagem e impacto no trabalho

Gardênia Abbad, Ana Lidia Gomes Gama, Jairo Eduardo Borges-Andrade

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo relatar a validação de escalas de avaliação de reações ao treinamento, bem como os resultados da análise do relacionamento entre os três mais tradicionais níveis: reação, aprendizagem e impacto do treinamento no trabalho. A literatura especializada tem mostrado que os relacionamentos entre esses níveis nem sempre são significativos ou estão na direção tradicionalmente prevista. Apesar de muito importantes, medidas válidas e confiáveis de reação ainda são raras. O questionário de avaliação de reações descrito nesse trabalho contém 39 itens. Foi aplicado em uma amostra de servidores públicos participantes de 229 cursos de curta duração. As aproximadamente 3.700 respostas válidas aos questionários foram submetidas à análise dos principais componentes e à análise fatorial (PAF, rotação oblíqua - direct oblimin),e à análise de consistência interna (alfa de Cronbach). Foram obtidas duas escalas altamente confiáveis: uma concernente às reações ao treinamento e outra referente ao desempenho do instrutor. Quanto ao relacionamento entre os níveis de avaliação, encontrou-se que reações estão fortemente correlacionadas com impacto, porém fracamente com aprendizagem. Os resultados são discutidos em termos de suas implicações práticas e teóricas para avaliação de treinamento.

Palavras-chave

treinamento; aprendizagem; reações ao treinamento; impacto do treinamento; treinamento e desempenho no trabalho

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';