Redes sociais na produção científica dos programas de pós-graduação de ciências contábeis do Brasil



Artigo principal Conteúdo

Sabrina do Nascimento
Ilse Maria Beuren

Resumo

Este estudo objetiva identificar a formação de redes sociais na produção científica definitiva do triênio 2007-2009 dos programas de pós-graduação de ciências contábeis do Brasil. Pesquisa descritiva, por meio de um estudo bibliométrico e sociométrico, foi realizado, considerando os 199 docentes permanentes de 21 cursos de mestrado e doutorado dos programas de pós-graduação em ciências contábeis, distribuídos em 17 instituições de ensino superior. Na análise dos dados utilizou-se estatística descritiva, com auxílio do software UNICET® 6 para confecção das redes de cooperação entre os programas investigados. Os resultados da pesquisa mostram que a evolução da produção científica definitiva, no triênio 2007-2009, em termos percentuais, foi maior nos programas com conceito 3; que a produção científica definitiva veiculada em periódicos pelos docentes permanentes dos programas analisados apresenta-se de forma dispersa nas estratificações do Qualis CAPES; e que a centralidade da rede social é ocupada pelo programa da USP. Conclui-se que, de modo geral, os programas de pós-graduação em ciências contábeis apresentam ligações fracas, esparsas e pouco densas.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Nascimento, S. do, & Beuren, I. M. (1). Redes sociais na produção científica dos programas de pós-graduação de ciências contábeis do Brasil. Revista De Administração Contemporânea, 15(1), 47-66. https://doi.org/10.1590/S1415-65552011000100004
Seção
Artigos