Vínculos com a carreira e produção acadêmica: comparando docentes de IES públicas e privadas



Artigo principal Conteúdo

Diva Ester Okazaki Rowe
Antonio Virgílio Bittencourt Bastos

Resumo

A pesquisa sobre o vínculo do profissional com a sua carreira envolve dois construtos - o de comprometimento e o de entrincheiramento, cujas influências no desempenho ainda estão por ser mais bem compreendidas. Este trabalho teve o objetivo de analisar a influência destes dois vínculos com a carreira na produção acadêmica do docente inseridos nos contextos público e privado do ensino superior brasileiro. A pesquisa, de natureza extensiva e corte transversal, envolveu a aplicação de um questionário, mediante a internet, a uma amostra de 635 docentes de diferentes regiões do país. Utilizaram-se as escalas de Carson e Bedeian (1994) e Carson, Carson e Bedeian (1995), validadas para o contexto brasileiro, para avaliar comprometimento e entrincheiramento na carreira. A avaliação da produção acadêmica do docente envolveu a sua produção bibliográfica registrada no Currículo Lattes, como utilizado por Oliveira (1998). Os dados foram submetidos a análises descritivas, fatoriais e modelagens de equações estruturais. O modelo com melhor ajuste revela que quanto mais o docente investe tempo e dinheiro em sua carreira, maior é a sua produção acadêmica. Foram encontradas, também, diferenças nas influências dos dois vínculos com a carreira na produção acadêmica entre IES públicas e privadas.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Rowe, D. E. O., & Bastos, A. V. B. (1). Vínculos com a carreira e produção acadêmica: comparando docentes de IES públicas e privadas. Revista De Administração Contemporânea, 14(6), 1011-1030. https://doi.org/10.1590/S1415-65552010000700003
Seção
Artigos