Processos de aprendizagem organizacional no desenvolvimento de competências em instituições de ensino superior para a oferta de cursos superiores de tecnologia [CSTS]

Adriana Roseli Wünsch Takahashi, André Luiz Fischer

Resumo

O propósito deste artigo é analisar os processos da aprendizagem organizacional que levaram ao desenvolvimento das competências necessárias para que instituições de ensino superior passassem a oferecer Cursos Superiores de Tecnologia [CSTs]. O escopo do estudo está limitado à cidade de Curitiba-PR e seus pressupostos assumem que a aprendizagem organizacional é o meio pelo qual as instituições adquirem as competências necessárias para viabilizar suas estratégias. A natureza da pesquisa é exploratória, de abordagem qualitativa, e o método utilizado é o estudo de casos múltiplos, em perspectiva longitudinal. Os resultados mostraram que o desenvolvimento da competência de ofertar CSTs demandou mudanças profundas na articulação dos recursos das duas instituições estudadas e a institucionalização de novos conhecimentos. Com base nos dados encontrados em cada caso, foi possível conduzir uma análise transversal, que permitiu constatar que determinadas competências podem ser construídas enquanto outras são desconstruídas, configurando o caráter dinâmico do desenvolvimento de competências e do processo de aprendizagem. Assim, foi possível não só corroborar o modelo de análise adotado, de Patriotta (2003), mas também revisá-lo, a fim de incorporar os resultados desta pesquisa teórico-empírica.

Palavras-chave

aprendizagem organizacional; competências; instituições de ensino superior; mudança; conhecimento

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';