Inserção e gestão do trabalho de pessoas com deficiência: um estudo de caso



Artigo principal Conteúdo

Maria Nivalda de Carvalho-Freitas

Resumo

O objetivo desta pesquisa foi analisar as possíveis relações entre as formas como os gestores vêem a deficiência, a adequação das condições de trabalho, e a satisfação das pessoas com deficiência em relação a aspectos relevantes para a manutenção da qualidade de vida no trabalho, em grande empresa brasileira que possui mais de mil funcionários portadores de deficiência, contratados. No referencial teórico foram utilizados os construtos de concepções de deficiência; adequação das condições e práticas de trabalho; e qualidade de vida no trabalho. A investigação empírica utilizou-se de metodologia quantitativa, por meio de estatística descritiva e correlação rho de Spearman; e qualitativa, por meio de análise de conteúdo das entrevistas. Os resultados confirmaram a existência de relações significativas entre as concepções de deficiência compartilhadas pelos gerentes e a adequação das condições e práticas de trabalho na organização. Além disso, foram constatadas implicações das concepções de deficiência e da adequação das condições e práticas de trabalho para a satisfação das pessoas com deficiência, principalmente no que se refere às possibilidades de carreira por parte dessas pessoas. Finalmente, também pôde ser verificada a potencialidade do modelo heurístico proposto para pesquisa.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Carvalho-Freitas, M. N. de. (1). Inserção e gestão do trabalho de pessoas com deficiência: um estudo de caso. Revista De Administração Contemporânea, 13(spe), 121-138. https://doi.org/10.1590/S1415-65552009000500009
Seção
Artigos