Testes paramétricos e não-paramétricos de reversão para a média da rendibilidade de índices do mercado accionista

Nelson Manuel de P. B. da Costa Areal, Manuel José da Rocha Armada

Resumo

Recentemente vários estudos empíricos têm questionado a hipótese de a rendibilidade das acções seguir um percurso aleatório, apresentando um comportamento de reversão/aversão para a média. O presente trabalho de investigação utiliza rendibilidades nominais, reais e em excesso a uma rendibilidade isenta de risco, de vários índices (na sua maioria, criados especificamente para a realização deste estudo), calculadas para vários horizontes temporais de médio e longo prazo, sendo um estudo pioneiro no mercado português de capitais. Foi utilizada a metodologia da regressão pelo método dos mínimos quadrados. A significância estatística foi aferida pela utilização de testes de significância estatística paramétricos e não-paramétricos. A utilização de testes não-paramétricos dispensa a verificação da hipótese de normalidade, sendo eficiente mesmo na presença de autocorrelação e heteroscedasticidade não condicional, apresentando ainda a vantagem de não ser necessário confiar em correcções que apenas têm validade assimptótica, o que constitui grande vantagem devido ao limitado número de observações destes estudos. Detectamos a existência de comportamentos de reversão para a média e de aversão à média das rendibilidades das acções, resultados estes que não colocam, necessariamente, em causa a hipótese de eficiência do mercado accionista.

Palavras-chave

eficiência dos mercados; anomalias nos mercados de capitais; métodos de simulação estatística; métodos de Monte Carlo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';