Editorial

Clóvis L. Machado-da-Silva

Resumo

Vale começar com o agradecimento à comunidade acadêmica pela sua contínua colaboração no processo de consolidação da Revista de Administração Contemporânea. O crescente número de assinantes, tanto pessoas físicas quanto jurídicas, bem como o aumento significativo de trabalhos submetidos diretamente ao Editor para avaliação constituem atestados inequívocos dessa colaboração. Representam, ainda, o nível de aceitação da proposta da RAC de contribuir para a evolução do conhecimento no campo da Administração.

No presente número, oito são os trabalhos que integram a seção artigos. O de Nelson Manuel da Costa Areal e Manuel José da Rocha Armada examina a hipótese de a rentabilidade das ações seguir um percurso aleatório de comportamento de reversão para a média e de aversão à média do mercado. Gardênia Abbad de Oliveira-Castro, Ronaldo Pilati e Jairo Eduardo Borges-Andrade relatam a experiência de construção de um questionário brasileiro de suporte, discutindo sua aplicação em pesquisas sobre comportamento organizacional e sugerindo estudos que objetivem maior generalização dos resultados. Fernando Gimenez e associados apresentam os resultados de pesquisa sobre estratégias competitivas adotadas em 107 pequenas empresas, distribuídas por oito ramos de atividades, de Londrina -Paraná. Ricardo Martins e José Caixeta Filho utilizam modelos de racionalização de uso da infra-estrutura de transporte, com base em fretes, para apoiar a análise entre a distribuição socialmente desejável e aquela efetivamente observada, a fim de subsidiar o planejamento de transporte da soja no Estado do Paraná. Marlei Pozzebon, Henrique Freitas e Maira Petrini exploram o relacionamento existente entre as características técnicas de um projeto de sistema de informação e apoio à decisão e os comportamentos dos usuários na suautilização. José Ansaloni e Angelo Ésther analisam os impactos da adoção de novas tecnologias de produção de jornais e da definição de novas áreas de atuação sobre as relações de trabalho em uma empresa de comunicações. Ivan Pinheiro verifica em que medida as experiências de subcontratação e de terceirização no setor de autopeças gaúcho permitem corroborar as proposições teóricas constantes da literatura especializada sobre o assunto. Por fim, Simone Echeveste e outros realizam pesquisa descritiva em que procuram traçar o perfil ideal do executivo, em face das exigências do mercado globalizado, a partir de atributos relevantes identificados por profissionais das 500 maiores empresas do ranking da Revista Exame, de 1997.

Não se apresenta, nesta edição, a seção documento. A sua não inclusão decorre do número e da extensão dos trabalhos escolhidos para a seção artigos. A fim de incluir o total de artigos selecionados e, ao mesmo tempo, manter o tamanho-padrão adotado para a RAC, o Editor tomou essa decisão.

Na certeza de que a comunidade acadêmica continuará trabalhando em prol da difusão e do fortalecimento da revista, a editoria espera que a composição deste número atenda às expectativas dos leitores e dos colaboradores da RAC.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';