Avaliação empírica do modelo de Burgstahler e Dichev no mercado brasileiro

Daphnis Theodoro da Silva Jr., Alexsandro Broedel Lopes, Luiz João Corrar

Resumo

Estudos recentes indicam que lucros e valor patrimonial são importantes fatores explicativos do valor de mercado das ações de empresas. Esta realização se fundamenta no trabalho de Burgstahler e Dichev (1997) que, a partir de um modelo de avaliação estruturado com base nos modelos de precificação de opções, concluiu que o valor de uma ação é uma função convexa do lucro, quando o valor patrimonial é mantido constante e, simultaneamente, o valor de uma ação é função convexa do valor patrimonial, quando o lucro é mantido constante. Empregando metodologia adaptada daquela utilizada no trabalho de Burgstahler e Dichev (1997) e utilizando uma amostra composta por ações representativas do mercado brasileiro, os testes realizados por meio da comparação de duas carteiras de ações, uma com alta e outra com baixa razão preço/valor patrimonial, geraram resultados que corroboram a relação supramencionada.

Palavras-chave

avaliação de empresas; precificação de opções; valor residual

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';