Gestão Adaptativa: uma proposta para o gerenciamento de redes de inovação



Artigo principal Conteúdo

Maria Angela Campelo de Melo
Marcia Cristina Esteves Agostinho

Resumo

Este artigo propõe a 'Gestão Adaptativa' como abordagem para o gerenciamento de redes de inovação. Construída sobre duas perspectivas conceituais relacionadas - a Abordagem Sociotécnica e a Teoria da Complexidade - e integrando questões de planejamento e de gestão, a Gestão Adaptativa é proposta de forma a conferir maior adaptabilidade às organizações. Inicialmente, é apresentada a estrutura dessa metodologia em termos de seus princípios básicos e de um conjunto de ações de planejamento e gestão, que a compõem. Em seguida, desenvolve-se uma aplicação da metodologia como instrumento de análise de dois casos de redes de inovação e é discutida sua utilidade para o gerenciamento em tais ambientes organizacionais. Finalmente, apresentam-se os elementos que indicam vantagens da 'Gestão Adaptativa' em comparação às abordagens tradicionais, por contribuírem para acelerar o processo de aprendizado coletivo e estimular a geração de vínculos comunitários em redes de inovação.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Melo, M. A. C. de, & Agostinho, M. C. E. (1). Gestão Adaptativa: uma proposta para o gerenciamento de redes de inovação. Revista De Administração Contemporânea, 11(2), 93-111. https://doi.org/10.1590/S1415-65552007000200006
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Marcia Cristina Esteves Agostinho, Universidade Federal do Rio de Janeiro Coordenação dos Programas de Pósgraduação de Engenharia

Doutora em Engenharia da Produção pela Coordenação dos Programas de Pósgraduação de Engenharia (COPPE) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Suas áreas de interesse em pesquisa são teoria da complexidade, sistemas adaptativos e gestão de organizações