Aplicação dos princípios da governança corporativa ao sector público



Artigo principal Conteúdo

Maria da Conceição da Costa Marques

Resumo

A corporate governance na perspectiva dos Estados Unidos influenciou largamente a Europa, mas não serviu assim tão bem quanto isso. A corporate governance é para assegurar que as empresas apresentam melhor performance, melhor monitorização e protecção dos investidores. No modelo anglo-saxónico, os accionistas estão longe da empresa, mas nos Estados Unidos as administrações são dominadas pela gestão, e existe algum conflito real entre o CEO (Chief Executive Officer) e o Presidente. Sob várias perspectivas, o modelo europeu é um bom modelo porque a maioria das empresas têm um grupo de accionistas que exercem uma influência directa no controlo dos negócios das empresas, mesmo que alguns não o façam. Em Portugal, esta situação requer novas estruturas e atitudes. As empresas locais ainda não quantificaram os custos de uma fraca governação. O teste deste sucesso será o encaminhamento do capital para mercados onde os investidores têm confiança. Um caminho português deve ser encontrado. Neste estudo pretende-se apresentar como os princípios da corporate governance podem ser aplicados ao sector público.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Marques, M. da C. da C. (1). Aplicação dos princípios da governança corporativa ao sector público. Revista De Administração Contemporânea, 11(2), 11-26. https://doi.org/10.1590/S1415-65552007000200002
Seção
Artigos