Gerenciamento da cadeia de abastecimento de hortifrutigranjeiros frescos: uma pesquisa exploratória no Reino Unido



Artigo principal Conteúdo

Hélio Zanquetto Filho
Andrew Fearne
Nélio Domingues Pizzolato

Resumo

Uma das principais justificativas para a implementação do gerenciamento da cadeia de suprimentos é o aumento dos benefícios obtidos pelas empresas que se relacionam dentro da cadeia. Este artigo procura, no primeiro momento, estabelecer a simetria entre os benefícios, identificados empiricamente, com aqueles identificados na literatura. No segundo momento, analisa as correlações entre estes benefícios e o nível de investimentos (capital e tempo gerencial) realizados. Em se tratando de pesquisa exploratória, realizou-se uma pesquisa amostral probabilística, composta por de 99 empresas. Como instrumento de pesquisa foram utilizados questionários semi-estruturados, compostos por questões fechadas, enviados no primeiro semestre de 2002 para os gerentes operacionais de cada empresa. Para tratamento dos dados foi utilizada análise multivariada. Os resultados evidenciaram a consistência teórica da literatura, uma vez que confirmaram os benefícios alcançados pelas empresas. Além disso, foi demonstrado que o investimento em tempo gerencial é mais relevante que o investimento em capital para a obtenção dos benéficos almejados.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Zanquetto Filho, H., Fearne, A., & Pizzolato, N. D. (1). Gerenciamento da cadeia de abastecimento de hortifrutigranjeiros frescos: uma pesquisa exploratória no Reino Unido. Revista De Administração Contemporânea, 10(4), 71-92. https://doi.org/10.1590/S1415-65552006000400004
Seção
Artigos