Sociabilidade, sofrimento psíquico e lesões por esforços repetitivos entre caixas bancários



Artigo principal Conteúdo

Antônio Carlos Garcia Júnior

Resumo

Este estudo aborda as relações entre a organização de trabalho e o processo de adoecimento dos trabalhadores bancários, em particular os caixas. Utilizando-se de metodologia quantitativa e qualitativa o estudo demonstra que as condições de trabalho e a forma como se organiza a produção é responsável pelo processo de adoecimento, havendo fortes associações entre elas e o sofrimento psíquico e as Lesões por Esforços Repetitivos - LER.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Garcia Júnior, A. C. (1). Sociabilidade, sofrimento psíquico e lesões por esforços repetitivos entre caixas bancários. Revista De Administração Contemporânea, 9(1), 246. https://doi.org/10.1590/S1415-65552005000100016
Seção
Notas Bibliográficas