Valores organizacionais e civismo nas organizações



Artigo principal Conteúdo

Juliana Barreiros Porto
Álvaro Tamayo

Resumo

Constitui objetivo deste estudo investigar os tipos motivacionais de Valores Organizacionais que se relacionam com os comportamentos de civismo nas Organizações. Participaram do estudo 458 funcionários de quatro organizações, sendo duas empresas públicas, uma privada e uma cooperativa. Os participantes responderam ao Inventário de Valores Organizacionais e à Escala de Civismo nas Organizações, além de dados pessoais. Foram realizadas análises descritivas e regressão múltipla padrão. Os resultados indicam que valores organizacionais predizem os comportamentos de civismo nas organizações. O pólo Autonomia apresentou-se como preditor dos cinco comportamentos de civismo. Ele refere-se aos valores de inovação e expressa características de organizações que estimulam a inovação e a criatividade. Outros pólos que se apresentaram como preditores foram: Harmonia, Domínio e Hierarquia. O presente trabalho aponta para a cultura organizacional como uma importante variável para os estudos dos comportamentos de civismo.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Porto, J. B., & Tamayo, Álvaro. (1). Valores organizacionais e civismo nas organizações. Revista De Administração Contemporânea, 9(1), 35-52. https://doi.org/10.1590/S1415-65552005000100003
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Juliana Barreiros Porto, Universidade de Brasília

Doutora em Psicologia pela Universidade de Brasília. Professora da Universidade Paulista e consultora e pesquisadora do Instituto de Ciências do Trabalho. Suas áreas de interesse em pesquisa são: valores gerais e do trabalho, transmissão dos valores na família e no ensino e comportamento organizacional.

Álvaro Tamayo, Université de Louvain

Doutor em Psicologia pela Université de Louvain (Bélgica). Professor titular no Departamento de Psicologia Social e do Trabalho da Universidade de Brasília. Suas áreas de interesse em pesquisa são, principalmente, a área de valores organizacionais e seu impacto sobre o comportamento organizacional.