Proposta para avaliação da gestão do conhecimento em entidade filantrópica: o caso de uma organização hospitalar



Artigo principal Conteúdo

Romualdo Douglas Colauto
Ilse Maria Beuren

Resumo

O atual ambiente organizacional intensifica a importância em adquirir e gerenciar o conhecimento humano e o aprendizado interativo contínuo. O crescimento da valorização do conhecimento pode ser considerado inevitável, uma vez que o fluxo de investimentos em pessoas e a utilização plena da inteligência dos participantes da empresa dissemina-se pelo mundo e converge para uma economia baseada no conhecimento. Assim o gerenciamento do conhecimento deve fazer parte das estratégias das organizações. Nessa perspectiva, o trabalho tem por objetivo apresentar uma proposta de metodologia de avaliação da gestão do conhecimento para uma organização hospitalar, caracterizada como entidade filantrópica. Propõe-se que a alta administração faça a ligação das informações dos indicadores com o planejamento e a tomada de decisões estratégicas. Busca-se, inicialmente, evidenciar os aspectos caracterizadores das entidades filantrópicas, os conceitos e as metodologias de avaliação da gestão do conhecimento. A partir disso, sugere-se uma metodologia de avaliação para o segmento. Na seqüência, apresenta-se sua aplicação em uma entidade. Acredita-se que o trabalho possa servir de sugestão, para que outras organizações elaborarem seu próprio modelo de avaliação da gestão do conhecimento.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Colauto, R. D., & Beuren, I. M. (1). Proposta para avaliação da gestão do conhecimento em entidade filantrópica: o caso de uma organização hospitalar. Revista De Administração Contemporânea, 7(4), 163-185. https://doi.org/10.1590/S1415-65552003000400009
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Romualdo Douglas Colauto, Universidade Federal de Santa Catarina

Mestre e Doutorando em Engenharia de Produção na Universidade Federal de Santa Catarina, com interesse em pesquisa nas áreas de contabilidade e controladoria.

Ilse Maria Beuren, Universidade de São Paulo

Doutora em Contabilidade e Controladoria pela Universidade de São Paulo. Professora Titular do Departamento de Ciências Contábeis e do Curso de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal de Santa Catarina, além de Coordenadora do Núcleo de Pesquisa em Custos da Universidade Federal de Santa Catarina e Pesquisadora do CNPq. Suas áreas de interesse em pesquisa são contabilidade e controladoria.