Estilo feminino de gestão em empresas familiares gaúchas



Artigo principal Conteúdo

Denize Grzybovski
Roberta Boscarin
Ana Maria Bellani Migott

Resumo

O estudo investigou o estilo de gerenciamento da mulher executiva nas empresas familiares de Passo Fundo (RS). Os princípios norteadores foram o gerenciamento transparente e as organizações de aprendizagem, focalizando as mulheres executivas. Essas apresentam características peculiares às organizações de aprendizagem. O objetivo foi identificar o estilo feminino de gerenciamento empresarial em empresas familiares, correlacionando-o ao perfil das mulheres gerentes. Foram investigadas 26 executivas, por meio de questionário exploratório e de entrevista semi-estruturada. Ficou evidenciado que as executivas das empresas familiares passo-fundenses cultivam valores, como a honestidade, a estima do ser humano e o companheirismo; permanecem atuando na empresa da família por amor à empresa; seus desejos e/ou sonhos pessoais estão relacionados aos sonhos e/ou desejos empresariais. Apresentam estilo de liderança mais voltado para as pessoas do que para as tarefas, porém são muito orientadas para o poder, assumindo postura gerencial mais baseada no modelo masculino de gestão.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Grzybovski, D., Boscarin, R., & Migott, A. M. B. (1). Estilo feminino de gestão em empresas familiares gaúchas. Revista De Administração Contemporânea, 6(2), 185-207. https://doi.org/10.1590/S1415-65552002000200011
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Denize Grzybovski, Universidad Museo Social Argentino

Mestre em Dirección y Organización de Empresas pela Universidad Museo Social Argentino. Professora da Faculdade de Economia e Administração e Pesquisadora do Centro Regional de Economia e Administração da Universidade de Passo Fundo, com interesse em pesquisa na área de modelos de gestão que intensificam o processo de criação do conhecimento em empresas familiares.

Roberta Boscarin, Universidade de Passo Fundo

Bacharel em Administração pela Universidade de Passo Fundo. Estagiária Voluntária do Centro Regional de Economia e Administração da Universidade de Passo Fundo. Suas áreas de interesse em pesquisa são as questões de gênero no gerenciamento de empresas familiares.

Ana Maria Bellani Migott, Universidade Federal de Santa Catarina

Mestre em Assistência de Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina. Professora do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Passo Fundo, além de Enfermeira e Psicóloga, com especialização em Terapia de Família. Suas áreas de interesse em pesquisa são qualidade de vida do trabalhador, substâncias psicoativas, questões de gênero.