Conselhos de administração: análise de sua composição em um conjunto de companhias abertas brasileiras



Artigo principal Conteúdo

Marcos Galileu Lorena Dutra
Richard Saito

Resumo

O presente trabalho visa a identificar o perfil dos conselhos de administração de 142 companhias brasileiras listadas na Bolsa de São Paulo, a partir de dados do encerramento do exercício de 1999. Os conselheiros foram divididos em quatro categorias distintas, cujos critérios de separação seguiram a metodologia adotada por Bhagat e Black (2000). Foi avaliado o grau de independência do conselho de administração em relação aos acionistas controladores. Foram ainda realizadas análises para identificar características das companhias ligadas à sua composição acionária e situação patrimonial, que pudessem influenciar a composição do conselho, como existência de recibos representativos de ações, negociados no exterior, modalidade de exercício do controle e tamanho da companhia. Os resultados indicaram que os órgãos são amplamente dominados por representantes dos acionistas controladores e que há indícios de baixa utilização dos mecanismos de voto à disposição dos minoritários.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Dutra, M. G. L., & Saito, R. (1). Conselhos de administração: análise de sua composição em um conjunto de companhias abertas brasileiras. Revista De Administração Contemporânea, 6(2), 9-27. https://doi.org/10.1590/S1415-65552002000200003
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Marcos Galileu Lorena Dutra, Fundação Getulio Vargas

Mestre em Administração de Empresas pela Fundação Getulio Vargas de São Paulo. Professor da Faculdade de Ciências Econômicas, Contábeis e Administrativas da Universidade Presbiteriana Mackenzie, além de Analista da Comissão de Valores Mobiliários. Suas áreas de interesse em pesquisa são governança corporativa, estrutura e regulação do mercado financeiro e de capitais, finanças empresariais. 

Richard Saito, Stanford University

Doctor of Philosophy pela Stanford University, USA. Professor de Finanças da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas. Suas áreas de interesse em pesquisa são finanças corporativas, governança corporativa.