'Demasiados académicos' para o 'mundo real'? doutorados e suas perspectivas de carreira no sector empresarial



Artigo principal Conteúdo

Carlos Cabral-Cardoso

Resumo

Este artigo reporta resultados parciais de um estudo sobre a integração de doutorados em organizações do sector empresarial. O estudo foi realizado em Portugal com uma grande amostra de doutorandos e recém-doutorados, utilizando um inquérito postal, complementado com um conjunto de entrevistas em profundidade. Procura compreender-se a atracção e receptividade a uma carreira nas empresas, a partir das atitudes em relação à ciência enquanto prática de trabalho e enquanto profissão, das expectativas e preferências por actividades e ambientes de trabalho, e da exposição aos valores académicos durante a pós-graduação. O estudo conclui que a relutância a esse tipo de integração resulta da forma como o indivíduo se posiciona perante os mundos empresarial e académico e das dificuldades derivadas da sobrequalificação percebida, e em alguns casos, experenciada.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Cabral-Cardoso, C. (2018). ’Demasiados académicos’ para o ’mundo real’? doutorados e suas perspectivas de carreira no sector empresarial. Revista De Administração Contemporânea, 5(spe), 141-162. https://doi.org/10.1590/S1415-65552001000500008
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Carlos Cabral-Cardoso, Manchester Business School

Doutor em Comportamento Organizacional e Gestão de P&D pela Manchester Business School, UK. Professor Associado de Gestão e responsável pelos Programas de Mestrado e Doutorado em Estudos Organizacionais e Gestão de Recursos Humanos da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho, Portugal. Suas áreas de interesse em pesquisa são o papel da função de recursos humanos na empresa, gestão de cientistas e acadêmicos, questões éticas no contexto organizacional, comportamento político nas organizações, problemática da igualdade de oportunidades e gestão da diversidade.