Identidade organizacional: um caso de manutenção, outro de mudança



Artigo principal Conteúdo

Clóvis L. Machado-da-Silva
Eros E. da Silva Nogueira

Resumo

No presente trabalho procura-se verificar os fatores que delineiam a identidade de duas organizações brasileiras, Alfândega e TELEPAR, escolhidas intencionalmente. Parte-se do pressuposto de que a análise da identidade organizacional não se pode desvincular da visão de contexto institucional. Para tanto, procura-se avaliar o padrão de relacionamento entre os fatores que delineiam a identidade organizacional e o contexto institucional de referência, com base no estudo comparativo de casos. Mediante a utilização de múltiplas fontes de evidência, verifica-se a existência de valores, normas, expectativas de papéis e padrões reais de interação que, no conjunto, denotam a existência de estruturas sociais específicas, em termos do que é central, distintivo e duradouro para as pessoas que delas fazem parte. A análise dos dados permite concluir que os preceitos culturais do contexto institucional trazem em seu bojo conteúdos simbólicos compartilhados em sociedade, que afetam a formulação e a manutenção da identidade organizacional.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Machado-da-Silva, C. L., & Nogueira, E. E. da S. (2018). Identidade organizacional: um caso de manutenção, outro de mudança. Revista De Administração Contemporânea, 5(spe), 35-58. https://doi.org/10.1590/S1415-65552001000500003
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Clóvis L. Machado-da-Silva, Michigan State University

Ph.D. em Estratégia, Mudança e Análise Organizacional pela Michigan State University, USA. Professor Titular e Coordenador do Centro de Pesquisa e Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal do Paraná. Pesquisador nível I-A e Presidente do Comitê Multidisciplinar de Articulação do CNPq. Presidente da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Administração, além de Membro do Conselho Editorial de diversas revistas acadêmicas. Suas áreas de interesse em pesquisa são teoria institucional, cultura organizacional, estratégia em organizações, mudança e análise organizacional, procedimentos quantitativos e qualitativos de pesquisa em organizações.

Eros E. da Silva Nogueira, Universidade Federal do Paraná

Mestre em Administração pela Universidade Federal do Paraná. Membro do Grupo de Pesquisa em Organizações do Centro de Pesquisa e Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal do Paraná. Suas áreas de interesse em pesquisa são teoria institucional, cultura organizacional, análise dos fenômenos e relações sociais, interpessoais e organizacionais.