Relacionamentos Interorganizacionais na Bioindústria Amazonense na Percepção dos Empresários



Artigo principal Conteúdo

Rosana Zau Mafra
Dimas José Lasmar
Dalton Chaves Vilela Júnior

Resumo

Diversas modalidades de relacionamentos foram adotadas nas reestruturações industriais como estratégia de sobrevivência e desenvolvimento das organizações. A bioindústria demanda parcerias dado o elevado investimento técnico-científico necessário, entretanto, dificuldades existem para concretizá-las no Brasil. Na Amazônia, onde a agregação de valor no uso dos recursos da sua biodiversidade tem elevada importância para o desenvolvimento sustentável regional, estudos apontam dificuldades de interação entre empresas da bioindústria, academia e governo. Compreender estas dificuldades motivou este estudo, que tem como objetivo analisar a percepção dos empresários acerca dos relacionamentos interorganizacionais na bioindústria amazonense. Realizou-se uma pesquisa qualitativa com treze empreendimentos cujos dados foram coletados utilizando network pictures, complementadas com entrevistas semiestruturadas. Ainda que relações de amizade, confiança, entre outros atributos, tenham sido identificados como os principais fatores relacionais e que a complementaridade de recursos seja o principal motivo das parcerias, os relacionamentos estão aquém do que se preconiza para afirmar a existência de uma rede de negócios. Estes resultados evidenciam também a necessidade proposições de ações estratégias para aproximação dos atores desta indústria.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Mafra, R. Z., Lasmar, D. J., & Vilela Júnior, D. C. (2019). Relacionamentos Interorganizacionais na Bioindústria Amazonense na Percepção dos Empresários. Revista De Administração Contemporânea, 23(5), 672-695. https://doi.org/10.1590/1982-7849rac2019190056
Seção
Artigos