Humor Incongruente, Efetividade da Propaganda e as Mulheres: Um Experimento no Facebook



Artigo principal Conteúdo

Luciana Ribeiro
Martin de La Martinière Petroll
Fernanda Scussel
Claudio Damacena

Resumo

O objetivo deste trabalho é analisar como propagandas com humor incongruente veiculadas no Facebook atuam no engajamento, nas atitudes e na intenção de compra das consumidoras brasileiras. Um experimento realizado no Facebook, com 269 consumidoras brasileiras, permitiu testar se a presença de humor incongruente influencia a efetividade das propagandas, confirmando tal hipótese, além de demonstrar que se trata de um apelo humorístico com efeitos positivos sobre o público feminino. Entre as contribuições deste artigo, destaca-se que, seus achados confirmam que engajamento, atitudes e intenção de compra conformam importantes medidas da efetividade das propagandas no contexto virtual; revelam novas facetas sobre a percepção das mulheres quanto a estímulos tradicionalmente destinados aos homens; e apontam as redes sociais como elementos fundamentais à tomada de decisão do consumidor. Evidencia-se, assim, o papel da internet como plataforma de interação entre empresas e usuários e a necessidade de construção de um relacionamento nesta conjuntura, contexto em que o humor incongruente mostra-se capaz de chamar atenção, despertar engajamento, provocar atitudes favoráveis e, deste modo, conduzir a intenção de compra.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Ribeiro, L., Petroll, M. de L. M., Scussel, F., & Damacena, C. (2018). Humor Incongruente, Efetividade da Propaganda e as Mulheres: Um Experimento no Facebook. Revista De Administração Contemporânea, 23(1), 1-22. https://doi.org/10.1590/1982-7849rac2019180034
Seção
Artigos