O Uso de Biomarcadores em Pesquisas de Marketing



Artigo principal Conteúdo

Cristina Maria de Aguiar Pastore
Eliane Cristine Francisco Maffezzolli
José Afonso Mazzon

Resumo

A aproximação do marketing com a neurociência tem gerado expectativa tanto na academia quanto no mercado, em especial na última década. Apesar do interesse e das promessas de resultados, lacunas de conhecimento neurobiológico são percebidas acerca de formas de coleta e análise de dados. Este estudo apresenta e compara algumas ferramentas neurocientíficas que são fundamentadas em respostas não cognitivas do cérebro humano. A coleta e a análise de biomarcadores, como hormônios e níveis de atividade elétrica muscular, podem ser utilizadas em pesquisas de comportamento humano relacionadas ao consumo ou em outras interações com ações de marketing. A metodologia de aplicação dessas ferramentas, medidas resultantes e possíveis interpretações de comportamento também são discutidas, com ênfase em futura agenda de pesquisa.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Pastore, C. M. de A., Maffezzolli, E. C. F., & Mazzon, J. A. (1). O Uso de Biomarcadores em Pesquisas de Marketing. Revista De Administração Contemporânea, 22(3), 403-423. https://doi.org/10.1590/1982-7849rac2018170223
Seção
Artigos