Inserção de um agente indutor da relação universidade-empresa em sistema de inovação fragmentado



Artigo principal Conteúdo

Marcos Cerqueira Lima
Francisco Lima Cruz Teixeira

Resumo

O objetivo deste trabalho é explorar como se inseriu o Instituto Euvaldo Lodi - Núcleo Regional Bahia, enquanto agente indutor do relacionamento Universidade-Empresa, no Sistema Estadual de Ciência e Tecnologia, entre 1996 e 1998. Para tanto, é feita uma caracterização de aspectos pontuais do sistema baiano de inovação, ambiente em que se insere o agente indutor. Esta caracterização adota como perspectiva o prisma analítico dos três principais atores envolvidos no processo de inovação: o setor produtivo, ou seja, como este organiza o trabalho intrafirma e desempenha trocas interfirmas; o Estado, condições de financiamento e políticas públicas; e a situação dos centros de ensinopesquisa. Delineado este cenário, são apresentados os programas do instituto que buscam aproximar o conhecimento universitário da prática empresarial na Bahia, visando à criação de condições favoráveis à inovação tecnológica. Conclui-se que, apesar do limitado potencial inovativo de ambientes tecnologicamente fragmentados, a indução de agentes como o Instituto Euvaldo Lodi pode facilitar a interação de empresas e universidades, criando ambiente propício a trocas de informações e organização de projetos cooperativos e consultorias.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Lima, M. C., & Teixeira, F. L. C. (1). Inserção de um agente indutor da relação universidade-empresa em sistema de inovação fragmentado. Revista De Administração Contemporânea, 5(2), 135-155. https://doi.org/10.1590/S1415-65552001000200007
Seção
Artigos
Biografia do Autor

Marcos Cerqueira Lima, Universidade Federal da Bahia

Mestre em Administração de Ciência e Tecnologia e Doutorando no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Cultura Contemporânea da Universidade Federal da Bahia. Professor Adjunto e Coordenador do Curso de Administração com Ênfase em Gestão de Negócios da Faculdade de Tecnologia Empresarial. Suas áreas de interesse em pesquisa são políticas de ciência e tecnologia, empreendedorismo, novas tecnologias de educação.

Francisco Lima Cruz Teixeira, University of Sussex

Ph.D. em Science and Technolology Policy pela University of Sussex, UK. Professor Titular do Núcleo de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal da Bahia, além de Coordenador de projetos financiados pelo CNPq e Consultor de Empresas. Suas áreas de interesse em pesquisa são inovação tecnológica, produtividade e competitividade; inovações gerenciais e competitividade; planejamento estratégico; gestão de tecnologia.