A Moderação-Mediada do Sistema de Controle na Ambidestria



Artigo principal Conteúdo

Valter da Silva Faia
Juliano Domingues Silva
Valter Afonso Vieira

Resumo

As demandas solicitadas pelos clientes conduzem os funcionários da linha de frente a buscar objetivos simultâneos que competem entre si por recursos. Funcionários que demonstram a capacidade de atender objetivos simultâneos são denominados ambidestros e são favorecidos quando há fatores organizacionais que os permitem e os encorajam a fazer seu próprio julgamento sobre como aplicar os recursos na conquista dos objetivos. Neste trabalho, ampliamos a discussão da ambidestria do nível organizacional para o nível individual e propomos que a ambidestria provisão de serviços e cross-/up-selling apresenta um efeito condicional ao explicar o desempenho. Especificamente, este efeito condicional significa que a ambidestria é mediadora do efeito da locomoção no desempenho, sendo esse efeito indireto moderado pelo sistema de controle de vendas. Fizemos uma pesquisa descritiva do tipo survey com 118 funcionários de laboratórios. Os achados mostraram que a orientação para locomoção se relaciona positivamente com o comportamento ambidestro do indivíduo; que a presença de um sistema de controle por resultado modera a relação locomoção-ambidestria, amplificando-a; e que essa relação moderada foi mediada pela ambidestria, quando explicando o desempenho.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Faia, V. da S., Silva, J. D., & Vieira, V. A. (1). A Moderação-Mediada do Sistema de Controle na Ambidestria. Revista De Administração Contemporânea, 22(1), 4-22. https://doi.org/10.1590/1982-7849rac2018160078
Seção
Artigos