Efeito de Crise Econômica sobre Escolhas de Ativos para Investimentos Pessoais



Artigo principal Conteúdo

Israel José dos Santos Felipe
Marcelo Daniel Araújo Ermel
Luis Felipe Pilati Cassius
Wesley Mendes-da-Silva

Resumo

A literatura econômica documenta que eventos extremos podem induzir alterações na propensão ao risco. Este estudo investiga se a crise 2008/2009 afetou o comportamento de investimento em diversos ativos, financeiros e reais, por parte de dezenas de milhares de cidadãos residentes em diversas regiões dos Estados Unidos. Os resultados obtidos por meio de modelos logit sugerem que a crise de 2008/2009 pode ter induzido significativa mudança na preferência por diferentes ativos, tais como trusts, títulos de dívida, imóveis, e planejamento da aposentadoria. Os resultados deste estudo podem ser contributivos para políticas públicas acerca do comportamento de investimento das famílias, especialmente mediante contexto de crise, além de orientar a proposição de novos produtos financeiros por parte da indústria financeira.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Felipe, I. J. dos S., Ermel, M. D. A., Cassius, L. F. P., & Mendes-da-Silva, W. (1). Efeito de Crise Econômica sobre Escolhas de Ativos para Investimentos Pessoais. Revista De Administração Contemporânea, 21(spe), 84-109. https://doi.org/10.1590/1982-7849rac2017160087
Seção
Artigos