Inventário de Suporte Organizacional à Aprendizagem: Desenvolvimento e Evidências de Validação



Artigo principal Conteúdo

Bruno Chaves Correia-Lima
Elisabeth Loiola
Cícero Roberto Pereira
Sônia Maria Guedes Gondim

Resumo

Desenvolveu-se, testou-se e validou-se um inventário (ISOA) composto pela Escala de Suportes Organizacionais à Aquisição de Competências (ESOAC) e pela Escala de Suportes Organizacionais à Transferência para o Trabalho (ESOTT). Subdivididos em material e psicossocial, suportes correspondem ao apoio organizacional para a aprendizagem individual. A partir de revisão de escalas de suportes nacionais e internacionais, elaborou-se o inventário, submetendo-o à validação de seu conteúdo (análise de juízes e pré-testes). Para a validação de construto foram aplicadas análises fatoriais exploratórias (Estudo 1) e confirmatórias (Estudo 2) a resultados coletados em um banco público e em uma Organização Não Governamental, respectivamente. O Estudo 1 permitiu propor escalas com parâmetros adequados de validade e confiabilidade para medir os constructos. O Estudo 2 confirma, por Análises Fatoriais Confirmatórias, a adequação das escalas. Contribui-se para a literatura sobre aprendizagem nas organizações na medida em que são apresentados instrumentos com evidências de validade e confiabilidade dos suportes à aprendizagem e à transferência, diferenciados porque relacionam os suportes recebidos a experiências específicas (não genéricas) e interrelacionadas de aprendizagem (aquisição/retenção) e a transferências dessas aprendizagens para o trabalho.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Correia-Lima, B. C., Loiola, E., Pereira, C. R., & Gondim, S. M. G. (1). Inventário de Suporte Organizacional à Aprendizagem: Desenvolvimento e Evidências de Validação. Revista De Administração Contemporânea, 21(5), 710-729. https://doi.org/10.1590/1982-7849rac2017160316
Seção
Artigos