Disputas Discursivas sobre Corrupção no Brasil: Uma Análise Discursivo-Crítica no Twitter



Artigo principal Conteúdo

André Luiz de Paiva
André Spuri Garcia
Valderí de Castro Alcântara

Resumo

Objetivamos analisar quais e como as representações dos discursos sobre corrupção no Brasil, publicizados no Twitter, são mobilizadas em disputas discursivas. Para tanto, utilizamos a análise crítica do discurso, com destaque para o significado representacional deste, e o conceito de disputas discursivas operacionalizadas em três instâncias. Metodologicamente, delimitamos dois escândalos de corrupção de grande repercussão nacional e buscamos enunciados publicados no Twitter, durante os meses de agosto de 2014 e fevereiro de 2016. Assim, coletamos tweets das revistas Veja e CartaCapital, e de usuários/leitores que responderam a estes enunciados. Percebemos que o Twitter configura-se atualmente, no Brasil, como um espaço de disputas sobre os significados da corrupção marcados por dinâmicas de naturalizações, seletividade dos media, expurgo do outro, inclusão/exclusão, nomeação e estratégias de racionalização e avaliação moral. Observamos, também, que os discursos sobre a corrupção se intensificaram recentemente, sobretudo devido ao clima político-partidário nacional. Finalmente, os resultados apontam que a construção da corrupção é o resultado de processos de produção de sentidos inseridos em um contexto de campos sociais e políticos, com o papel marcante da mídia na construção de escândalos.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Paiva, A. L. de, Garcia, A. S., & Alcântara, V. de C. (1). Disputas Discursivas sobre Corrupção no Brasil: Uma Análise Discursivo-Crítica no Twitter. Revista De Administração Contemporânea, 21(5), 627-647. https://doi.org/10.1590/1982-7849rac2017160163
Seção
Artigos