Intervenientes do Processo de Transferência Tecnológica em uma Universidade Pública



Artigo principal Conteúdo

Rodrigo Assunção Rosa
José Roberto Frega

Resumo

Este estudo tem por objetivo investigar os intervenientes do processo de transferência tecnológica em uma universidade pública, analisando sua agência de inovação sob o ponto de vista da proteção de propriedade intelectual. A estratégia de Estudo de Caso único foi adotada por meio de entrevistas semiestruturadas com gestores da agência e com 13 pesquisadores que participam ativamente do processo, com coleta de documentos e observação direta. Como resultado, verificou-se que a institucionalização da agência foi precedida de uma série de estímulos governamentais de apoio à inovação e de parcerias realizadas com outras instituições. Identificaram-se seus intervenientes, entre os quais as principais barreiras estão: sobrecarga de atividades, desconhecimento e desinteresse dos pesquisadores, deficiências no processo de redação da patente e carência de capital humano nas atividades da agência, burocracia e falta de suporte pela universidade. Já entre os facilitadores, estão: a experiência acadêmica por parte dos pesquisadores, a divulgação da cultura de propriedade intelectual, a terceirização do processo de redação da patente por parte da agência e de sua institucionalização pela universidade. Os pesquisadores são motivados a engajarem-se no processo de transferência tecnológica principalmente pela consciência sobre a relevância de proteger as descobertas, pelo acesso a recursos para pesquisa, pelos ganhos econômicos e pelo prestígio acadêmico.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Rosa, R. A., & Frega, J. R. (1). Intervenientes do Processo de Transferência Tecnológica em uma Universidade Pública. Revista De Administração Contemporânea, 21(4), 435-457. https://doi.org/10.1590/1982-7849rac2017160097
Seção
Artigos de Pesquisa