Há Fatores Não Econômicos na Formação do Preço de Imóveis?



Artigo principal Conteúdo

Lincoln Brando
Claudio Henrique Barbedo

Resumo

O presente trabalho procura investigar a existência de um fator explicativo para a evolução do preço de imóveis residenciais, em particular nas cidades do Rio de Janeiro e de São Paulo. Procura-se modelar o comportamento desses preços em função de variáveis explicativas de demanda e oferta, e avaliar em que medida variáveis dos tipos comportamentais e econômicas ajudam a explicar o movimento de preços. Os resultados sugerem que o preço de imóveis é influenciado por determinantes não usuais à luz da teoria econômica, como a variação do preço no mês anterior, uma medida de expectativa, e a performance da Bolsa.

Histórico de Downloads

Não há dados estatísticos.


Detalhes do artigo

Como Citar
Brando, L., & Barbedo, C. H. (1). Há Fatores Não Econômicos na Formação do Preço de Imóveis?. Revista De Administração Contemporânea, 20(1), 106-130. https://doi.org/10.1590/1982-7849rac2016140095
Seção
Artigos