Valor da tecnologia da informação na firma: estudo com empresas brasileiras

Deyvison de Lima Oliveira, Antonio Carlos Gastaud Maçada, Gessy Dhein Oliveira

Resumo

Estudos realizados no início de 2000, a partir de dados objetivos de desempenho, confirmaram o valor da Tecnologia da Informação (TI) diretamente no nível da firma (A. S. Bharadwaj, 2000; Santhanam & Hartono, 2003). Contudo, a literatura recente tem sinalizado para resultados distintos, tendo em vista a padronização na oferta de produtos e serviços de TI. Na perspectiva da Teoria Baseada em Recursos, o artigo testa se o valor da TI continua a ser captado pelas medidas de desempenho da firma, conforme estudos realizados no início de 2000 com firmas americanas. Para isso, reúne dados objetivos e variáveis de 149 empresas líderes em TI no Brasil, no período de 2008 a 2011. Utilizando a Regressão Linear e a análise de dados em painel, testou-se aquela associação e constatou-se que as capacidades de TI estão associadas ao desempenho em apenas quatro dos 32 relacionamentos testados, sendo um negativo. Portanto, no conjunto, confirmou-se o impacto nulo das capacidades de TI diretamente no nível da firma - corroborando as demandas da literatura para análise desse impacto em níveis intermediários de desempenho. Limitações e oportunidades de pesquisa constam nas conclusões.

Palavras-chave

capacidades de TI; desempenho da firma; teoria baseada em recursos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.
';