The non-economic dimension of changes prompted by cross-border acquisitions: a relational view



Artigo principal Conteúdo

Sergio Fernando Loureiro Rezende
Jeferson Vinhas Ferreira
Angela França Versiani
Liliane Oliveira Guimarães

Resumo

A partir da visão relacional de F&A proposta pela Abordagem de Redes Industriais, investigamos a dimensão não econômica das mudanças pós-aquisição nos relacionamentos da firma adquirida. Baseado em uma matriz 2 x 2, essa dimensão é ilustrada pelos relacionamentos da adquirida com organizações com fins lucrativos nos quais recursos não econômicos são transacionados (denominados Sociais) ou com organizações sem fins lucrativos nos quais a adquirida transaciona recursos econômicos (denominados Parcerias) ou não econômicos (denominados Comunidades). Nós construímos um estudo de caso qualitativo a partir da aquisição da firma brasileira Grupo Paraíso pela multinacional suíça Holcim enfocando dez relacionamentos da firma adquirida. Os resultados indicam que esses relacionamentos mudaram em termos de profissionalização, grau de dependência e número de atores. O aumento da profissionalização é observado em todos os relacionamentos. Essa mudança (tipo e direção) foi considerada a mais importante mudança pós-aquisição. O grau de dependência e o número de atores aconteceram em segmentos específicos da rede da adquirida, representados pelos relacionamentos Comunidades e Sociais respectivamente.

Detalhes do artigo

Como Citar
Rezende, S. F. L., Ferreira, J. V., Versiani, A. F., & Guimarães, L. O. (1). The non-economic dimension of changes prompted by cross-border acquisitions: a relational view. Revista De Administração Contemporânea, 17(4), 479-498. https://doi.org/10.1590/S1415-65552013000400006
Seção
Artigos